Altas temperaturas

Calorão em BH: veja o ar-condicionado mais adequado para a sua casa

Capital mineira atingiu temperatura recorde nesta segunda-feira (13), chegando aos 37,3ºC


Publicado em 14 de novembro de 2023 | 07:00
 
 
 

O sofrimento já virou piada: “na capital mineira, é um sol pra cada belo-horizontino…”. Nesta segunda-feira (13/11), os termômetros chegaram a 37,3ºC, recorde mensal, que só não bateu a temperatura de 25 de setembro, de 38,6°C, a maior desde 1910. E diante de tamanho calor, o ar-condicionado foi de bem de luxo a um item diretamente ligado à qualidade de vida. Segundo um levantamento da GetNinjas, aplicativo de contratação de serviços, houve um aumento em Minas de 296,3% na manutenção dos aparelhos em outubro, se comparado ao mesmo período do ano passado. Entre setembro e outubro, o crescimento foi de 15,5%. 

O ar condicionado pode controlar, simultaneamente, a temperatura, a umidade, a pureza e a distribuição do ar. Mas para se assegurar que o eletrodoméstico vai funcionar perfeitamente, garantindo todo o frescor possível nestes tempos, a Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (Abrava), orienta que é preciso comprar o aparelho mais adequado ao ambiente. 

O recomendável é sempre consultar um profissional qualificado para analisar caso a caso, mas o jornal O Tempo, com ajuda de especialistas da Abrava, fez um tira-dúvidas para orientar o consumidor:

O que preciso levar em consideração na hora da compra?

  • Quais são as características físicas do ambiente; 
  • A quantidade de ambientes a serem climatizados;
  • Quais as características técnicas do local - exposição ao sol, quantidades de pessoas no ambiente, tipo de iluminação, uso de outros tipos de equipamentos eletroeletrônicos;
  • Quais os locais a serem considerados para a instalação de acordo com a arquitetura e o design planejados para o ambiente
  • Em caso de uso comercial, levar em conta a renovação do ar ambiente

 

Como dimensionar o ar condicionado?

Um técnico precisa fazer a definição da carga térmica necessária para a climatização do ambiente. Assim, se chegará à potência ideal do equipamento. Caso o dimensionamento for incorreto, pode forçar o sistema ou levá-lo a operar sem necessidade. 

Para determinar a carga térmica, o profissional vai avaliar o ambiente de acordo com quantidade de exposição direta de raios solares, quantidade de pessoas que ocupam habitualmente o local, quantidade de dissipação térmica de aparelhos eletrônicos e iluminação presentes, entre outros fatores. Se, por exemplo, a carga térmica for de 10.800 BTU/h (British Thermal Unit ou na tradução livre, Unidade Térmica Britânica), o aparelho a ser utilizado deve ter uma capacidade superior. Uma das capacidades padrão é de 12.000 BTU/h.

 

Quais são os principais modelos de ar-condicionado?

Há três tipos de ar-condicionado: o portátil, o de janela e os splits. 

  • Ar-condicionado portátil

São equipamentos de corpo único, preferencialmente de uso residencial e que possibilitam ao usuário a mobilidade de instalação em diferentes locais conforme a necessidade. Entretanto, necessitam da instalação de um tubo para descarga de ar quente, que deve ser direcionado para o ambiente externo. Normalmente, esses equipamentos têm capacidades que variam entre 9.000 BTU/h e 12.000 BTU/h.

  • Ar-condicionado de janela

Equipamento de corpo único e de uso residencial/pequeno comércio, porém, de instalação fixa. Tem como funções apenas resfriamento ou resfriamento e aquecimento. Normalmente, é indicado para pequenos ambientes e instalado na parede, com a parte do condensador voltada para o ambiente externo e o lado do evaporador, para o ambiente interno. Tem capacidades que variam entre 7.500 BTU/h e 27.000 BTU/h.

  • Splits

Os splits são equipamentos individuais ou que atendem apenas a um ambiente e com capacidades entre 9.000 BTU/h e 80.000 BTU/h. Têm características de equipamentos residenciais, mas também podem ser encontrados em ambientes comerciais, como escritórios, clínicas e academias. Enquanto a unidade evaporadora fica na parte interna do ambiente, a unidade condensadora é instalada na área externa. 

A escolha do uso de aparelhos do tipo Split em ambientes não residenciais, requer alguns cuidados prévios, como a instalação que deve ser realizada com adaptações como sistemas de filtração e renovação de ar eficientes, que permitam ao ambiente a melhor distribuição e circulação do ar, com material particulado e gases em níveis adequados às necessidades humana.

 

Quais são os modelos do ar condicionado split?

  • High-wall – modelo mais utilizado, é instalado no alto da parede. 
  • Cassete – embutido no teto, ficando visível somente a grelha de insuflamento e retorno de ar.
  • Piso-teto – semelhante às unidades High-wall, porém de maior porte, podendo ser instalado tanto na posição horizontal, próximo ao teto, quanto na posição vertical, próximo ao piso do ambiente.
  • Built-in – completamente embutido em um forro ou em um sistema de dutos. Neste caso, o ar de insuflamento e retorno utiliza grelhas. 
  • Multi split - recomendado para instalações que necessitam de climatização em mais de um ambiente com pequena área externa ou customização de instalação. O equipamento que faz uso de apenas uma condensadora pode atender até cinco evaporadoras de iguais ou diferentes tipos. 

 

O ar-condicionado vai deixar minha conta de luz mais cara?

Segundo a Abrava, na prática, um sistema de ar-condicionado bem projetado e corretamente instalado, com a manutenção em dia, significa um consumo de energia adequado. Caso o consumidor não tome os devidos cuidados, a conta de luz pode sim vir mais salgada. 

Além de utilizar o modelo adequado para o ambiente, o consumidor pode observar a nova etiquetagem do Inmetro, disponível desde janeiro deste ano, que traz selos Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica), que garantem a eficiência e menor consumo dos modelos. Vale lembrar que a vida útil de um aparelho é de cerca de dez anos e que tecnologias ultrapassadas levam ao maior consumo de energia.

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!