DISPUTA POR CONTAGEM

'Não me preocupo com pesquisa’: Saliba minimiza resultado ruim na DATATEMPO

Terceiro colocado na pesquisa de intenção de voto feita pela DATATEMPO para a prefeitura de Contagem, Felipe Saliba acredita que cenário eleitoral ainda pode mudar até outubro

Por O TEMPO
Publicado em 24 de abril de 2024 | 10:05
 
 
 
normal

O pré-candidato à prefeitura de Contagem Felipe Saliba (PRD) não se mostrou preocupado com os números das pesquisas de intenção de voto divulgados na última semana pelo DATATEMPO (registro no TRE-MG 09912/2024). Em conversa com o Café com Política, da FM O TEMPO 91,7, o ex-deputado federal disse que não pretende fazer alianças com outros pré-candidatos no primeiro turno e se disse confiante em uma mudança no cenário eleitoral.

Primeiro suplente do PRD à Câmara dos Deputados, Saliba substituiu o presidente estadual do partido, deputado Fred Costa, durante o afastamento do parlamentar, entre dezembro de 2023 e abril deste ano. Ele também foi candidato à Prefeitura de Contagem em 2020 e disputou o segundo turno com a atual prefeita, Marília Campos (PT), terminando com 48,65% dos votos válidos. Sua expectativa para este ano é crescer, mais uma vez, sua viabilidade eleitoral até outubro. 

“Primeiro, a gente deve destacar que quase 60% do eleitorado manifesta, através da pesquisa, que não tem ainda um candidato a ser escolhido. Então, o eleitorado hoje não está preocupado com a disputa eleitoral. Em outubro de 2020, na primeira pesquisa realizada pelo DATATEMPO, eu aparecia com 1% de intenção de voto. Terminei a eleição com 49% dos votos da cidade. Então, eu não me preocupo com o número de pesquisa hoje”, declarou.

Possíveis alianças

Há, nos bastidores, uma crença de que Felipe Saliba possa se juntar à chapa do deputado federal Junio Amaral, pré-candidato à prefeitura pelo PL, a fim de se fortalecerem para a disputa contra Marília Campos, que aparece em primeiro lugar nas pesquisas com mais de 74% das intenções de votos válidos. Saliba, entretanto, negou que esteja negociando uma aliança com outros pré-candidatos neste momento.

“Nós não podemos preocupar hoje com disputa aqui de eleitorado, disputa de voto. Nós não temos que preocupar em aliança de primeiro turno. Nós temos que entender o problema da população e o eleitor que vai decidir com base naquilo que a gente apresentar para a cidade”.

Sobre uma aliança para um possível segundo turno, entretanto, apesar de não se comprometer com o apoio à candidatura de Junio Amaral, Felipe Saliba garantiu que não irá “caminhar com a esquerda”.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!