Cinema e séries

Série de Rick Grimes nem estreou e já quebra um recorde de The Walking Dead

Série derivada estreia em 25 de fevereiro nos EUA

Por Redação Observatório do Cinema
Publicado em 15 de janeiro de 2024 | 12:35
 
 
 
normal

The Walking Dead: The Ones Who Live

The Walking Dead: The Ones Who Live finalmente traz Rick Grimes (Andrew Lincoln) e Michonne (Danai Gurira) de volta ao centro dos holofotes. Mesmo antes de estrear, a série derivada já quebra um recorde da franquia.

Segundo a sinopse, “a história de amor de Rick Grimes e Michonne é mudada por um mundo mudado. Separados pela distância. Por um poder imparável. Eles podem se encontrar e quem eles eram em uma situação diferente de qualquer outra que já conheceram?”.

Andrew Lincoln e Danai Gurira reprisam os papéis de Rick e Michonne. O elenco tem ainda Pollyanna McIntosh, que retornará como Jadis, Terry O’Quinn como Beale, Matt Jeffries como Matt, e Lesley-Ann Brandt como Pearl.

Scott M. Gimple, chefe do universo de The Walking Dead, serve como showrunner e produtor executivo da nova série.

Confira, abaixo, o recorde que The Ones Who Live quebrou.

Rick em The Ones Who Live
Rick em The Ones Who Live

The Ones Who Live é a série mais cara de The Walking Dead

O orçamento de The Walking Dead: The Ones Who Live é supostamente o mais alto de todos os programas da franquia de zumbis.

O aguardado spinoff está programado para chegar em fevereiro e verá o tão esperado retorno de Rick Grimes (Andrew Lincoln) e Michonne (Danai Gurira).

Apesar de ser o protagonista inicial da franquia, Lincoln deixou The Walking Dead após a 9ª temporada, retornando apenas para uma breve participação especial no final da 11ª temporada. Agora, ele é a mais recente estrela original a ganhar seu próprio spin-off.

De acordo com a Autoridade de Desenvolvimento Econômico de Nova Jersey, o orçamento de The Ones Who Live, da AMC, foi o mais alto de todos os programas de Walking Dead até hoje.

A agência listou o orçamento total do programa como sendo de US$ 82 milhões, o que equivaleria a cerca de US$ 13,7 milhões por episódio. Isso é um pouco mais alto do que o orçamento do outro spin-off recente, The Walking Dead: Dead City, que foi de cerca de US$ 72 milhões no total, ou US$ 12 milhões por episódio.

Com isso, o custo de The Walking Dead: The Ones Who Live não excede apenas o de Dead City, mas também o da série original.

De fato, seu orçamento por episódio é mais do que o quádruplo do orçamento da série original. The Walking Dead custou cerca de US$ 3 milhões por episódio para ser produzido. Quando começou, seu orçamento era de US$ 3,4 milhões por episódio, mas o custo foi reduzido para cerca de US$ 2,75 milhões nas temporadas posteriores.

Da mesma forma, o orçamento da derivada parece quase modesto se comparado ao de O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder, de US$ 58 milhões por episódio, ou US$ 30 milhões por episódio para a 4ª temporada de Stranger Things.

The Walking Dead: The Ones Who Live estreia em 25 de fevereiro nos EUA.

O post Série de Rick Grimes nem estreou e já quebra um recorde de The Walking Dead apareceu primeiro em Observatório do Cinema.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!