Quantcast
Foto: (Palestra Itália de São Paulo surge em 1914 e se torna Palmeiras em 1942 / Reprodução)

Em seu primeiro jogo, o Palestra Italia venceu o Savoia por 2 a 0 e conquistou a Taça Savoia em 1915

Palestra Itália de São Paulo surge em 1914 e se torna Palmeiras em 1942

Clube paulista foi criado para unir a comunidade italiana na capital paulista; em 1942, a agremiação foi obrigada a mudar de nome e se tornou Sociedade Esportiva Palmeiras

Por O Tempo Publicado em 21 de fevereiro de 2024 | 06h00

Compartilhe

Antes de o Palestra Itália ser fundado em Belo Horizonte, outro Palestra já estava em atividade em São Paulo. Fundado em 26 de agosto de 1914, o time da capital paulista surgiu como os mesmos propósitos da equipe mineira. Os imigrantes italianos, em sua maioria moradores do bairro do Brás, decidiram se unir e criar a agremiação esportiva que tivesse a representatividade que a colônia italiana merecia.

 

A reunião que sacramentou o surgimento do clube contou com a presença de 46 pessoas, entre as quais italianos, brasileiros, dois portugueses e um espanhol. Daí, nasce o Palestra Itália. “A palavra Palestra, de origem grega, significa em tradução livre da língua italiana “academia ou escola onde se pratica atividades físicas”, descreve o clube em seu site.

 

Em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial, o clube é obrigado a mudar de nome em função de um decreto do governo brasileiro que proibia a qualquer entidade o uso de nomes relacionados aos países do Eixo (Alemanha, Itália e Japão). O Palestra Itália se tornou Palestra de São Paulo, mas o clube seguiu sob desconfiança.

 

Ameaçado de perder o patrimônio e ser retirado do campeonato, o Palestra se transforma em Sociedade Esportiva Palmeiras, em 14 de setembro de 1942, em homenagem à extinta Associação Atlética das Palmeiras. Além disso, foi uma maneira que os diretores encontraram para manter o P no escudo.

Faça login para deixar seu comentário