• carlosbruno
    Carlos Bruno. Sete anos de advocacia e uma catarse na Itália fizeram o chef abandonar os processos jurídicos e assumir O Conde
  • andré
    André de Melo. Ao ter de se virar na cozinha para sobreviver, ele descobriu os prazeres da gastronomia e trocou o direito internacional pelo fogão
  • Remo
    Remo Peluso. O diploma de direito foi para o pai, não para atender a uma necessidade própria. Depois de formado, descobriu as delícias de ser chef
  • robson
    Robson Viana. De técnico em farmácia para chef de cozinha, ele seguiu os passos do pai e dos irmãos, que já atuavam na área
  • Leo
    Leonardo Paixão. Trocar o jaleco de médico pelo dólmã foi uma decisão difícil para o chef, mas ele encarou a aventura e hoje está à frente do Glouton