Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Polarização digital

Zema e Kalil empatam nas redes sociais com 1,6 milhão de seguidores

Governador Romeu Zema tem mais seguidores no Instagram e ex-prefeito de BH Alexandre Kalil é mais popular no Twitter

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Kalil e Zema serão adversários no pleito deste ano
Kalil e Zema
PUBLICADO EM 16/05/22 - 04h00

Se na última pesquisa DATATEMPO, divulgada em 10 de maio, o governador Romeu Zema (Novo) apareceu com 43,5% das intenções de voto no levantamento estimulado, com boa vantagem sobre o ex-prefeito Alexandre Kalil (PSD), segundo colocado, com 22,8%, o mesmo não se pode dizer nas mídias sociais. 

No universo das redes, a disputa dos dois principais pré-candidatos ao governo de Minas é apertada. Ambos aparecem praticamente empatados em número de seguidores. Cada um tem 1,6 milhão, considerando a soma de todas as plataformas. Há leve vantagem de 14 mil seguidores para Zema.

Kalil é mais popular no Twitter, com 1,2 milhão. Ele tem a conta desde a época em que era presidente do Atlético e costumava fazer anúncios de jogadores contratados por lá. Já Zema domina o Instagram. 

Ativo diariamente, o governador costuma postar bastidores da agenda política e até momentos da vida pessoal. Quando esteve com Covid-19, chegou a fazer vídeos lavando louça, limpando a casa e cozinhando. Kalil, por sua vez, aposta nas famosas frases de efeito, como a última que ironizou o suposto “bolo” que teria dado no ex-presidente Lula. 

Ao todo, o governador conta com 786 mil seguidores no Instagram, 478 mil no Facebook e 343,6 mil no Twitter. Entre os pré-candidatos, Zema ainda é o único que aparece no TikTok e produz conteúdos específicos para a rede, mas conta com pouco mais de 34 mil seguidores. Nas demais redes, Kalil não é tão popular. A conta do Instagram, que repete conteúdos postados no Twitter, tem 173 mil seguidores, mesmo número no Facebook.

Distantes

Bem atrás de Zema e Kalil, aparece o senador Carlos Viana (PL), com 280 mil seguidores, aproximadamente, em todas as plataformas. Lançado recentemente pelo PSDB após romper com Zema, o pré-candidato Marcus Pestana tem números tímidos. São 55,4 mil seguidores, somando os do Facebook e Twitter. Pestana não tem conta oficial no Instagram. 

Pesquisa DATATEMPO aponta que eleitores mineiros que mais recebem informações sobre política em redes sociais e em aplicativos de mensagens como WhatsApp e Telegram tendem a votar mais em Romeu Zema para o governo de Minas. 

A pesquisa analisou o comportamento do eleitorado no Estado e suas formas de consumo de informação sobre o processo democrático. De acordo com os dados, mais de um quarto do eleitorado (26%) recebe com frequência as informações sobre política via redes sociais. 

Cada vez mais relevantes

Para o cientista político e professor da PUC Minas Malco Camargos, as redes sociais se tornam cada vez mais relevantes a cada pleito. “Se em 2018 elas já foram muito importantes, agora são mais ainda”. 

Sobre o TikTok, Malco Camargos disse que a rede social pode ser crucial neste pleito: “Comunicação nunca é demais, e, quando surge uma nova rede, é necessário estar atento. A rede do momento é o TikTok, e, caso o candidato tenha capacidade de investimento, deve entrar nela sim”. 

Já em relação às fake news, que tomaram conta das redes nos últimos pleitos, Malco Camargos acredita que o tema deve afetar menos a corrida eleitoral. “Ainda segue sendo uma preocupação, mas, ao que tudo indica, os órgãos competentes estão mais atentos que em 2018. Essa prática, principalmente nas grandes redes, deve ser mais coibida”, finalizou. 

Rádio Super

O que achou deste artigo?
Fechar

Polarização digital

Zema e Kalil empatam nas redes sociais com 1,6 milhão de seguidores
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Log View