Recuperar Senha
Fechar
Entrar

EM BRASÍLIA

Dilma discursa como presidente reeleita e descarta divisão do país

Petista abriu discurso agradecendo ao ex-presidente Lula, ao vice Milchel Temer e aos presidentes dos principais partidos aliados

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Dilma Rousseff
Dilma destacou apoio de militantes e do ex-presidente Lula
PUBLICADO EM 26/10/14 - 20h54

Reeleita para a presidência do Brasil, Dilma Discursou neste domingo para militantes e apoiadores em Brasília. A presidente foi recebida em meio a aplausos de militantes e apoiadores. Ela inciou o discurso agradecendo o ex-presidente Lula e os presidentes dos partidos aliados.

Dilma teve que pedir silêncio aos presentes e justificou estar com a voz desgastada devido a campanha eleitoral. A presidente reeleita centrou sua fala na importância de não dividir o país. "Não acredito que estas eleições tenham dividido o país ao meio", destacou a petista, antes de destacar que mesmo aqueles que tiveram divergências estavam em busca do crescimento do país.

"Chegamos ao final de uma disputa eleitoral que mobilizou intensamente todas as forças de nossos país", destacou a petista antes de agradecer o apoio dado pelos militantes, que ela descreveu como a "alma" e "a força" responsáveis pela vitória eleitoral. Dilma fez questão de destacar que seu primeiro compromisso com o segundo mandato é o diálogo.

Os militantes chegaram a interromper o discurso da presidente, cantando músicas contra a Rede Globo.

Dilma prometeu um segundo mandato ainda melhor que o primeiro e se comprometeu com o crescimento econômico do país. Ela encerrou o discurso cantando um trecho do hino nacional, antes de se despedir dos presentes.

Reeleita com a menor margem de votos desde o fim da ditadura militar, Dilma foi reeleita apesar de ter sido derrotada em São Paulo com quase 30% de votos válidos a menos que Aécio Neves. A petista também foi derrotada nos três estados da região Sul do país. Para analistas o PT têm que criar políticas específicas para tentar o apoio do eleitorado destes estados. 

O que Dilma disse como presidente reeleita

Diálogo
. Muito criticada em sua gestão por não dialogar com setores como os movimentos sociais, Dilma enfatizou que está aberta ao diálogo. “Esse é meu primeiro compromisso no segundo mandato: o diálogo”.

Governo melhor. Ao falar sobre a extensão do mandato, conquistada com a reeleição, a presidente prometeu melhorar a gestão. “Quando uma reeleição se consuma, ela tem que ser entendida como um voto de esperança dada pelo povo na melhoria do governo. Quero ser uma presidenta muito melhor do que fui até agora”.

Mudança. No discurso da vitória, ela citou o termo mudança, bastante usado na campanha. “A palavra mais repetida, mais dita, mais falada, mais dominante foi mudança. Sei que estou sendo reconduzida à Presidência para fazer as grandes mudanças que a sociedade exige”.

Reforma política. Dilma Rousseff disse que irá priorizar a reforma política e, para isso, será feita uma consulta popular. Ela pediu apoio do Congresso no propósito. “Entre as reformas, a primeira e mais importante deve ser a reforma política. Tenho a convicção de que haverá interesses dos setores do Congresso”.

Corrupção. A petista voltou a defender rigor na punição da corrupção. “Terei um compromisso rigoroso com o combate à corrupção e com a proposição de mudanças na legislação atual para acabar com a impunidade”.

Economia. Ao se referir à economia, alvo de muitas críticas, Dilma disse que promoverá ações para retomar o ritmo de crescimento do país “para continuar com a garantia de níveis altos de emprego e assegurar os salários”. Ela prometeu combate rigoroso à inflação.

Rádio Super

O que achou deste artigo?
Fechar

EM BRASÍLIA

Dilma discursa como presidente reeleita e descarta divisão do país
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Log View