Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Estratégia

PT pede ao TSE que garanta transporte para eleitores da zona rural

Uma lei sancionada durante a ditadura militar permite a condução de pessoas situadas nos rincões do país e prevê, nos casos de real necessidade, até mesmo o fornecimento de alimentação

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 16/10/14 - 23h08

Em um sinal de preocupação com o nível de abstenção no eleitorado de baixa renda, o PT fez uma solicitação inédita ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que a corte garanta transporte público para moradores da zona rural às sessões de votação.

Para evitar um número elevado de ausência nas urnas em uma das eleições mais disputadas da história, o comitê de Dilma Rousseff decidiu procurar o tribunal para assegurar o traslado de eleitores.

Os advogados da campanha da petista disseram que protocolaram no tribunal pedido para que a Justiça reforce o transporte em áreas pobres e mais distantes dos locais de votação.

Uma lei sancionada durante a ditadura militar permite a condução de pessoas situadas nos rincões do país e prevê, nos casos de real necessidade, até mesmo o fornecimento de alimentação.

A lei, contudo, proíbe o transporte de eleitores em áreas urbanas, assim como impede que partidos políticos ou candidatos façam o mesmo em qualquer hipótese.

Segundo a reportagem apurou, a cúpula do comitê petista considera imprevisível o resultado da votação. Em avaliações internas, coordenadores da campanha preveem um placar final constituído por uma pequena margem de votos, entre 2 milhões e 5 milhões.

Nos bastidores, a sucessão presidencial é comparada à eleição americana, normalmente decidida por uma pequena margem de apoios e com o país dividido entre os partidos Democrata e Republicano.

O PT ergueu sua base mais consistente de votos junto às camadas mais pobres.

O problema, para o partido, é que os estratos de menor escolaridade e renda costumam apresentar grau maior de abstenção. A última pesquisa Datafolha, divulgada nesta quarta-feira (15), reforça essa preocupação.

No levantamento, Dilma está empatada com tucano Aécio Neves, mas numericamente atrás do rival (51% versus 49% dos votos válidos).

Procurado pela reportagem, o TSE informou que nenhum partido jamais enviou pedido semelhante. Há, contudo, relatos de algumas petições dessa natureza a tribunais regionais.
No primeiro turno, o PT havia feito petição semelhante para garantir transporte aos eleitores de Rondônia. Agora, porém, a legenda optou por amplificar a petição nacionalmente para evitar ser prejudicado com ausências.

A lei permite que partidos políticos acompanhem o transporte e os locais onde houver fornecimento de alimentação. Onde não houver veículos ou embarcações para o traslado de eleitores, a Justiça Eleitoral pode requisitar prestação de serviços a particulares.

Folhapress
Rádio Super

O que achou deste artigo?
Fechar

Estratégia

PT pede ao TSE que garanta transporte para eleitores da zona rural
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Log View