Recuperar Senha
Fechar
Entrar

NA GELADEIRA

Minutos após fim do jogo, bandeira é afastado por gol mal anulado

Presidente da comissão de arbitragem, Giuliano Bozzano fez o anúncio sobre o afastamento de Leonardo Henrique Pereira ainda no Parque do Sabiá

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
40698351921_33314643e1_k.jpg
Gol anulado do Periquito poderia ter mudado a história da partida
PUBLICADO EM 08/03/18 - 21h56

A Comissão de Arbitragem da Federação Mineira de Futebol (FMF) agiu rápido e anunciou, minutos depois do fim do jogo entre Uberlândia e Atlético, que o bandeira Leonardo Henrique Pereira, responsável por anular um gol legal do Periquito, quando a partida estava 0 a 0, foi afastado pelo erro.

O presidente da Comissão, Giuliano Bozzano, disse logo após a partida que se trata de um erro grave, com baixo grau de dificuldade e que a única atitude a ser tomada é a suspensão do auxiliar até o fim da competição.

“Tivemos um lance bastante importante no jogo entre Uberlândia e Atlético. O assistente acabou se equivocando na anulação do gol da equipe do Uberlândia. Todo mundo já conhece o estilo da comissão, estamos lá há quatro anos e agimos sempre com serenidade. O árbitro, a comissão de arbitragem tem que ter serenidade nos lances dos jogos. Quando é necessário, a comissão dá suporte necessário aos árbitros, mas neste caso, não há como tomar outra posição que não seja afastamento do assistente até o fim do campeonato. Em virtude da complexidade do lance, que não é tão alta, da importância do lance, ele fica suspenso até o fim do campeonato”, disse.

Bozzano fez questão de esclarecer que o árbitro Wanderson Alves de Souza já estava escalado para apitar Uberlândia e Atlético. Ele esteve na equipe de arbitragem do clássico entre Galo e Raposa, quando o alvinegro reclamou muito e pediu o afastamento de todos que trabalharam no jogo, o que acabou não acontecendo.

“O árbitro não entrou pressionado. O árbitro de hoje foi escalado antes da visita do Atlético à Federação. Quando eu fiz a escala, não havia nenhum questionamento do Atlético em relação ao quarto árbitro do clássico. Quando o Atlético formalizou a reclamação, a escala já estava feita. O árbitro está isento do lance do jogo entre Uberlândia e Atlético. Não havia a mínima possibilidade dele tomar essa decisão. Ele não estava com o reflexo condicionado, ele não tem a visão da linha. O lance é todo do assistente”, finaliza o presidente da comissão de arbitragem.

O que achou deste artigo?
Fechar

NA GELADEIRA

Minutos após fim do jogo, bandeira é afastado por gol mal anulado
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter