Recuperar Senha
Fechar
Entrar

APÓS TRÊS EDIÇÕES

Nicolas Oliveira se despede de Olimpíadas com melhor marca da carreira

Nadador belo-horizontino do Minas Tênis Clube ficou em quinto no revezamento 4 x 100 e não se classificou para as finais do 100 m livre

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 11/08/16 - 08h01

Rio de Janeiro. Durou 49seg05 a última queda n’água de Nicolas Oliveiras em piscinas olímpicas. Em sua terceira participação nos Jogos, o nadador belo-horizontino, de 29 anos, encaminha a sua aposentadoria e, dificilmente, terá nova oportunidade de disputar a maior competição esportiva do planeta.

A tão sonhada medalha não veio e o choro após ficar de fora das finais dos 100 m livre é compreensiva. Mas, de toda forma, ele lembrará do Rio de Janeiro como a edição que lhe rendeu a melhor classificação numa Olimpíada: o quinto lugar como capitão do time brasileiro no revezamento 4 x 100.

“É um processo longo que a gente se dedica. Você abre mão de muita coisa. Quem está no dia a dia sabe como é. É fácil chegar no fim e criticar, não sabe que teve de esforço. Deixamos nosso suor e nosso sangue todo o dia. Lógico que a gente queira mais, queria brigar por uma medalha, mas não deu”, afirmou o nadador do Minas Tênis Clube.

Para incentivar o irmão mais novo que sofria de bronquite, Nicolas, de família humilde do bairro Concórdia, deu as primeiras braçadas ainda menino. Aos 17 tomou gosto pela ntaação e foi estudar nos Estados Unidos. São 51 participações em campeonato internacionais, cinco ouros pan-americanos e diversas conquistas no currículo.

Politizado, Nicolas adota um discurso otimista na tentativa de influenciar novas gerações de atletas. “A gente precisa sabe o nosso valor, o quanto que a gente tem de garra ali dentro da gente. Às vezes não vem da forma de uma medalha, mas eu espero que as pessoas tenham enxergado a dedicação e a força de vontade que a gente pode tirar de dentro. O Brasil precisa de muito exemplo, precisa saber lutar até o fim. E é isso que a gente deixa na piscina”, destacou.

O que achou deste artigo?
Fechar

APÓS TRÊS EDIÇÕES

Nicolas Oliveira se despede de Olimpíadas com melhor marca da carreira
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter