Recuperar Senha
Fechar
Entrar

É pra abaixar!

Tendência da calça de cintura baixa ensaia seu polêmico retorno ao closet

Moda Surgindo aos poucos entre algumas fashionistas

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
b
PUBLICADO EM 16/09/18 - 03h00

No universo da moda, a roda está em constante giro – motivo pelo qual tendências que foram parar no limbo por razões diversas, acabam voltando à cena. E exemplos que atestam esse movimento pululam: foi assim com a pochete, com a bota branca e com vários outros itens que, por algum motivo, algum dia receberam a pecha de “itens de gosto duvidoso”. O mais recente caso é o da calça de cintura baixa – principalmente, a jeans.

Inspirados pelo saudosismo do início dos anos 2000, estilistas incluíram a peça em suas recentes coleções, ainda que de forma revisitada. Caso de Tommy Hilfiger, Puma e Proenza Schouler. Ou seja: para que ela voltasse a reinar era só uma questão de tempo. 

O stylist Daniel Ueda relembra que foi o estilista Alexander McQueen que, em 1996, deu asas à tendência das calças extremamente baixas. “As pessoas foram assimilando, e, no início dos anos 2000, a calça baixa foi pulverizada por celebridades como Britney Spears e Shakira”, lembra. “Mas é uma tendência superperigosa, né? É uma silhueta injusta. Mesmo em um shape muito magro, a calça ‘pega’ em um lugar no corpo e acaba evidenciando o que não deve. Sinto receio de como a tendência vai ser adotada no Brasil”, pondera ele. 

Além disso, o modelo “marca e deforma o abdômen”, acredita o também stylist Pedro Moura. Confortável, de fato, a tendência não é: quem nunca se incomodou com uma cintura baixa e um zíper minúsculo na hora de sentar?

Atualizado. Cautela, pois, é uma palavra importante nesse retorno, principalmente por conta do revival recente do mom jeans (diretamente dos anos 80), que conquistou um contingente fashion com sua cintura altíssima e modelagem mais ampla.

Fato é que a cintura baixa ensaia o seu retorno com registros recentes de celebridades como Kylie Jenner, Bruna Marquezine e Chiara Ferragni. Todas são adeptas de calças com a cintura extremamente baixa, revelando também o umbigo.

“Sabemos que a tendência foi vista em celebridades e modelos, ou seja, em corpos padrões. Esse modelo de calça não valoriza todo tipo de corpo, então é preciso ter cuidado”, pondera Pedro Moura. Para usar o look hoje, vale pensar alternativas para que o resultado fique mais elegante e natural. 

Nesse quesito, a parte de cima da produção tem um peso decisivo. “A mulher pode até deixar o umbigo aparecer, mas também vale combinar a camisas e blusas mais largas, usadas para dentro da calça”, acredita Moura.

A boa nova é que a tendência da cintura baixa também está atrelada ao sportwear, que tem vida longa nessa temporada – e “isso confere um pouco mais de leveza e conforto às modelagens”, finaliza o stylist.

O que achou deste artigo?
Fechar

É pra abaixar!

Tendência da calça de cintura baixa ensaia seu polêmico retorno ao closet
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter