Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Inclusão

Software ajuda na alfabetização de crianças autistas

Chamado de Brainy Mouse, aplicativo de celular criado por mineira incentiva a leitura e a escrita

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
h
Software é de uso fácil e intuitivo, diz a desenvolvedora Ana Sarrizo
PUBLICADO EM 06/03/18 - 03h00

Um aplicativo, criado por uma mineira, está melhorando a realidade de crianças autistas. Chamado de Brainy Mouse (Ratinho Inteligente, em tradução livre do inglês), ele ajuda na alfabetização dos pequenos por meio da escrita e da leitura em forma de game e pode ser utilizado em qualquer celular Android ou iOS por R$ 6,99.

De acordo com a desenvolvedora Ana Sarrizo, o software é de uso fácil e intuitivo. “O jogo se passa numa cozinha. A criança precisa montar vários menus. Quando um prato é escolhido – hambúrguer, pizza, entre outros –, ela deve formar palavras com as letras que aparecem na tela, compondo os nomes dos ingredientes. Se ela tem dificuldade, pede ajuda ao Ratinho Inteligente”, explica.

Ana ressalta que o contato com a figura do ratinho tem como objetivo incentivar os pequenos a gostar da interação. “Sabemos que eles têm dificuldade em manter contato visual ou verbal com outras pessoas. Fazer com que precisem acionar o personagem pode facilitar o processo”, afirma.

O Brainy Mouse também serve para auxiliar pais, responsáveis, professores e profissionais que convivem com as crianças que têm Transtorno do Espectro do Autista (TEA). “O adulto pode configurar o jogo, mudando as cores do layout, escolhendo a música que vai tocar, além da fonte das letras. Pensamos nisso porque é comum que as crianças autistas se sintam desconfortáveis com uma rotina preestabelecida”, afirma Ana. A novidade é que, a partir do próximo dia 20, o jogo terá versões em português e espanhol disponíveis para download.

Segundo Ana, todo valor arrecado com os downloads são voltados para a Brainy Mouse Foundation, fundação sem fins lucrativos que financia pesquisas e iniciativas voltadas para o tratamento do TEA. “Queremos ajudar pessoas no mundo todo”, declara.

O que achou deste artigo?
Fechar

Inclusão

Software ajuda na alfabetização de crianças autistas
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter