Triângulo

Agentes acusados de tortura são afastados de presídio em Ituiutaba

Eles são suspeitos de espancar por cerca de 20 minutos um preso como forma de castigo

Qui, 13/06/19 - 19h52
Os agentes ficarão afastados até o fim do julgamento da ação, mas continuarão recebendo salário

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais determinou o afastamento imediato de seis agentes penitenciários do presídio de Ituiutaba, no Triângulo.

Eles são suspeitos de espancar por cerca de 20 minutos um preso como forma de castigo. O caso teria acontecido em janeiro deste ano. Na ocasião, segundo apuração do Ministério Público de Minas Gerais, os agentes ingressaram em uma cela e retiraram os detentos de lá, deixando apenas um deles, que foi algemado e espancado pelos guardas.

De acordo com a Promotoria, a tortura só parou quando o preso, que teria recebido chutes em diversas partes do corpo, passou a vomitar sangue. Ainda conforme apurado pelo Ministério Público, os agentes disseram que atrasariam a saída dos internos do presídio caso houvesse alguma denúncia sobre a tortura.

A decisão do Tribunal de Justiça de Minas atendeu a recurso interposto pelo Ministério Público de Minas Gerais contra decisão liminar que havia indeferido os pedidos feitos em ação civil pública por ato de improbidade administrativa.

Os agentes ficarão afastados até o fim do julgamento da ação, mas continuarão recebendo salário.

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Leia mais
LEIA MAIS
Fique atento
Fatalidade
Previsão do tempo
Cemitério da Paz
Ladainha
Resgate
Minas Gerais
Conteúdo ofensivo
Segurança pública
Arte mediúnica