MUTIRÃO

Em dia D contra a Covid-19, Contagem vacina 4 mil pessoas

Participação da população foi baixa, segundo a prefeitura; expectativa era de que 30 mil pessoas buscassem a imunização

Sáb, 27/11/21 - 19h32
Segundo a prefeitura, o município tem 40 mil pessoas com a segunda dose em atraso

Em dia D para a vacinação contra a covid-19, a prefeitura de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, vacinou ao menos quatro mil pessoas neste sábado (27). O mutirão foi voltado à aplicação da dose de reforço em pessoas acima de 18 anos que receberam a segunda dose do imunizante há cinco meses. Apesar disso, a população que ainda não havia se vacinado ou que estava com atraso no esquema de imunização, também pôde participar. 

De acordo com a prefeitura, “houve baixa adesão da população”. A expectativa era vacinar mais de 30 mil pessoas durante o dia D. A maioria dos postos de imunização funcionou entre 8h e 16h, mas houve aplicação de doses até às 19h no Big Shopping. O balanço divulgado pela prefeitura, inclusive, não conta, ainda, com o número de pessoas vacinadas no Big Shopping. 

Segundo o secretário municipal de Saúde de Contagem, Fabrício Simões, o esforço para completar a vacinação na cidade deve ser coletivo. “Contagem tem cerca de 40 mil pessoas com a segunda dose atrasada e ainda faltam cerca de 40% dos adolescentes a partir de 12 anos, de acordo com estimativa do IBGE, para receberem a primeira dose. Esses números nos preocupam, pois temos vacinas disponíveis e precisamos avançar na vacinação deste público”, afirmou Simões, em nota disponibilizada pela prefeitura. 

Pfizer 

Seguindo a recomendação da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Contagem também reduziu o intervalo entre a primeira e segunda dose da Pfizer. Portanto, segundo a prefeitura, quem já recebeu a primeira dose do imunizante já pode procurar os postos da cidade para completar o esquema vacinal. Os endereços dos locais de vacinação na cidade e a documentação necessária estão disponíveis no site da prefeitura.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

(3) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Lucas 9:55 AM Nov 28, 2021
É preciso fazer busca ativa de não-vacinados.
0
Denunciar

Romualdo Neto 9:16 AM Nov 28, 2021
Sem entrar em polêmicas de caráter político ou ideológico, há que se rever as políticas de terceirização da publicidade pública. O fato é que abandonar a comunicação social governamental às conveniências de egos de publicitários, nem sempre é boa medida. O que alcança o cidadão comum não são designers sofisticados. Vejam o caso do "fusquinha" com alto-falante berrando: "pamonha, pamonha..." Pode até ser "brega" pra nossos publicitários medidos a artistas de vanguarda. Mas é muito mais eficiente.
0
Denunciar

Covard-17 7:40 AM Nov 28, 2021
Vários países não têm vacina suficiente para a população e tem gente no Brasil desprezando. Esse é o principal motivo de aparecerem variantes. Países africanos que não têm condições de vacinar a população se tornaram laboratórios de criação de variantes, que irão se espalhar pelo mundo, inevitavelmente.
0
Denunciar

LEIA MAIS
resgate
Incendiário
rodovias
CRISE
Atenção
Levantamento
alívio
Extensão de prazo
Trânsito lento
Boletim