Na região metropolitana

Homem que andava sobre telhado de casa é morto em Ribeirão das Neves

Filha do atirador contou à polícia que seu pai atacou o rapaz porque esse tentava invadir a casa em que viviam

Dom, 25/08/19 - 08h52
Família dormia quando foi acordada por passos no telhado da casa em que vivem, em Ribeirão das Neves

Ao andar sobre o telhado de uma casa no bairro Florença, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte, um homem, com idade aparente de 30 anos, foi surpreendido por três disparos e morreu. Ele estaria, segundo testemunhas, tentando invadir um dos cômodos na madrugada deste domingo (25), quando recebeu a descarga de tiros, cujo autor seria um idoso de 61 anos, dono do imóvel. Esse fugiu do local e não foi encontrado. 

A filha do suspeito de atirar contra o suposto invasor presenciou o crime. À polícia, a mulher contou que o pai dormia quando foi acordado por sons de passos no telhado. Minutos depois, ela própria se levantou da cama, assustada com o som alto provocado por três estampidos em sequência. Ao sair de seu quarto, encontrou o corpo de um homem caído sobre o chão, muito ensanguentado. 

Logo que foram investigar pela casa se o rapaz morto lá havia entrado, a mulher e seu pai perceberam que parte do telhado foi retirado para que o homem entrasse. Como ela contou, esta não era a primeira vez que a casa era alvo de roubos, mas não soube precisar se o suspeito morto seria o mesmo autor dos crimes anteriores. O pai, garantiu ela aos militares, é o responsável pelos disparos e, afirmou ela, tinha, sim, uma arma calibre .38 em casa. 

A perícia foi acionada e constatou que as três perfurações, uma no braço e duas no tórax, provocaram a morte do rapaz. Sem documentos e outros pertences, não foi possível identificá-lo. Militares tentaram encontrar o pai da testemunha nas ruas próximas, mas não obteve êxito. A ocorrência foi encerrada na delegacia de homicídios de Ribeirão das Neves.

(4) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Assinante Premium
vinicius T. 9:51 AM Aug 25, 2019
olha só como que o jornal relata o fato, "atirar contra o suposto invasor"... suposto????oi? se o malandro já caiu do telhado dentro da casa. ahhhhhh, me ajuda aí né? querem é defende o delinquente. mais um CPF cancelado com sucesso!!!
0
Denunciar

Midiota 11:41 AM Aug 25, 2019
Como efetuou mais de um tiro, o senhor que efetuou os disparos com certeza terá problemas em se defender. Fica o alerta para os valentões que estão vibrando com o fato ocorrido.
14
Denunciar

Walter Oliveira 7:07 PM Aug 25, 2019
Kkkkkkkkk a sua imbecilidade so é menor que sua viadagem....
14
Denunciar

Carlos henrique 9:39 AM Aug 25, 2019
A PM tentou encontrar o idoso que agiu em legitima defesa de sua vida e de sua família era perigoso se encontrar os PMs ainda algemaria o cidadão que agiu conforme a lei e o delegado que na maioria das delegacias não tem experiencia policial iria acusar e prender o idoso por homicídio ,alem da humilhação e somente na segunda feira um juiz experiente liberaria o idoso por ser réu primário,ter residencia fixa e ter agido em legitima defesa,por isso sou a favor do Projeto de Lei 7104/14 .
0
Denunciar

Leia mais
LEIA MAIS
Justiça
Seleção
Homicídio
Setembro verde
Novinha, novinha
Prevenção
'Invasão'
Alerta contra chuva
Tragédia
Previsão do tempo