Triângulo

Polícia prende três homens envolvidos na morte de jovem após carona

A Polícia Civil informou que autor do homicídio foi localizado; outros dois suspeitos também foram detidos, um deles por ajudar o assassino a desmanchar o carro da vítima e outro por receptar os materiais

Sex, 03/11/17 - 08h19
Corpo de mulher desaparecida após combinar carona é encontrado em MG

A assessoria de imprensa da Polícia Civil (PC) de Minas confirmou a prisão do suspeito de matar Kelly Cristina Camaduro, de 22 anos, que participava de um grupo de caronas no WhatsApp e foi encontrada morta na tarde de quinta-feira (2), dia de Finados, em uma área rural entre as cidades de Frutal e Itapagipe, no Triângulo Mineiro. Além do assassino, outros dois homens foram detidos, um deles por ajudar o assassino a desmanchar o carro da vítima e outro por receptar os materiais

Ainda segundo a corporação, a prisão aconteceu na madrugada desta sexta-feira (03) na cidade de Frutal, em uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar de Minas e de São Paulo. Mais detalhes serão repassados ainda nesta manhã pela PC mineira. De acordo com a Polícia paulista, os outros dois suspeito foram detidos em bairros diferentes de São José do Rio Preto e acabaram encaminhados para a Delegacia de Frutal.

Informações conseguidas pelo portal G1 apontam que o homem que matou a jovem confessou ter entrado no grupo de caronas do WhatsApp com o objetivo de roubar e assassinar Kelly. 

A jovem estava desaparecida desde a noite de quarta-feira (1). Ela desapareceu depois de dar uma carona para um desconhecido, combinada em um grupo de WhatsApp. De acordo com a Polícia Militar, o corpo de Kelly foi encontrado em um córrego, próximo ao KM 25 da rodovia MG-255. Ela estava seminua, vestida apenas com uma blusa. A família reconheceu o corpo, e a calça que ela usava no dia do desaparecimento foi encontrada a cerca de 3 km de distância.

A jovem saiu de Rio Preto, no interior de São Paulo, na quarta-feira e foi em direção à Itapagipe, para visitar o namorado, que mora em Minas. Ela participava de um grupo de caronas no WhatsApp composto de pessoas que costumam viajar entre as duas cidades e combinou de levar um casal desconhecido para a cidade mineira, no entanto, a mulher teria desistido na última hora. “

Quando ela chegou no local combinado, só o homem estava”, afirmou o delegado de Polícia Civil responsável pelo caso, Bruno de Paulo. O último contato de Kelly com a família ocorreu na noite de quarta-feira, por volta das 19h, quando ela parou para abastecer o carro em um posto de combustíveis na BR-153, em Nova Granada (SP). Depois disso, os familiares não conseguiram mais falar com a jovem.

O corpo de Kelly foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Frutal, onde serão realizados exames que vão apontar a causa da morte e se a jovem foi vítima de violência sexual. A Polícia Civil de Minas Gerais abriu um inquérito para investigar o caso que, até então, estava sob responsabilidade da corporação em São Paulo.

Câmeras de segurança

Imagens registradas pelo circuito interno de uma praça de pedágio em Fronteira, no Triângulo, mostram o momento em que Kelly dirige o carro em direção a Minas, na noite de quarta-feira. Mais tarde, o carro volta, aparentemente sem a jovem e com um homem no volante.

Na manhã desta quinta-feira, o carro da jovem foi encontrado sem as quatro rodas próximo a Rio Preto.

(13) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Marcelo 4:16 PM Nov 04, 2017
No Natal algum juiz ordinário solta o assassino de novo pra ele agir outra vez!!! E assim vamos vivendo...e morrendo!
1
Denunciar

Gustavo 10:16 AM Nov 04, 2017
Revoltante!! Quanto vale uma vida? Um celular e quatro rodas? Meu Deus, que mundo é esse? Esse maldito tem que sofrer, sofrer e sofrer muito e servir de exemplo. A morte me parece fácil demais pra ele.
0
Denunciar

Maria José Fernandes Gomes 11:36 PM Nov 03, 2017
Por que esse país produz tanta gente ruim e imprestável?! Qual é a religião desses criminosos?! Qual o grau de instrução deles?! Moram em favelas?! precisamos fazer estatísticas para sabermos as reais causas desse país ter se tornado uma fábrica de vagabundos!
0
Denunciar

Indignado da Silva 11:15 AM Nov 03, 2017
#bolsonaro2018, por que bandido bom é bandido comendo capim pela raiz. Se ela tivesse com uma arma poderia ter tido a chance, condição e a oportunidade de lutar pela propria vida.
29
Denunciar

Alberto 10:54 AM Nov 03, 2017
Merda de país que não consegue controlar a criminalidade. O povo deve se armar e começar uma caçada implacável a todos os maus elementos...
15
Denunciar

Galileo 9:18 AM Nov 03, 2017
Pena máxima, com trabalho interno obrigatório e fim das reduções das penas para estes crimes bestiais como: latrocínio, estupro, sequestro com violência e morte e outros mais.
2
Denunciar

Indignado da Silva 11:45 AM Nov 03, 2017
A quantidade de likes já demonstra que a população esta esgotada com o sangue dos inocentes escorrendo pelo chão. Brasil é um projeto de republica que não deu certo e nunca vai dar certo, a impunidade começa desde os altos escalões da republica.
2
Denunciar

Marcio Diniz 9:10 AM Nov 03, 2017
Em tempo: Que não venha a ministra Linda, dos " DIREITOS HUNANOS" defendê-los.
14
Denunciar

Ivan Varella 10:50 AM Nov 03, 2017
Perceberam que 5 canalhas aprovam a ministra comunista bandida? Eu sou de direita e já querendo ir para a extrema-direita... Se os militares estivessem no poder, o Brasil seria outra prospera nação e sem esse tipo de assassinato!
14
Denunciar

Marcio Diniz 9:06 AM Nov 03, 2017
Lamentavelmente nada a fazer pela vítima. Só mesmo fuzilando estes caras em transmissão nacional pela TV para servir de exemplo. Por outro lado é muita inocência de quem oferece ou aceita carona de desconhecido.
6
Denunciar

Wilton Grego 8:59 AM Nov 03, 2017
Este covarde, matador de mulher pra roubar um carro, deveria ser linchado em praça pública.Não existe palavra para distinguir que tipo de coisa que este assassino é. Os comparsas também.
11
Denunciar

Sergio Ricardo 8:50 AM Nov 03, 2017
E no país do mimimi, dos coitadinhos, esse verme que não serve se quer palra limpar uma privada, ainda terá suas regalias quando e, se for preso. Afinal, o que não falta são os intelectuais defensores do abolicionismo profissional para alegarem que esse lixo é a vitima, pois o capitalismo o impediu de ter oportunidades. Meus sinceros sentimentos para os familiares dessa jovem. #ChegadeHipocrisa #PrisãoPerpétuaJÁ! #BastadeImpunidade #BandidoBoméBandidoMorto!
11
Denunciar

isidoro perez ramos 8:43 AM Nov 03, 2017
Grupo de caronas via whatsapp tem que ter controle maior, pelo próprio grupo, por não ter maior garantia do perfil dos usuários. A inclusão de novos participantes pode, por exemplo, solicitar confirmação de dados sobre trabalho, residência e parentes entre os destinos. Além disso, quando confirmar que vai dar carona para determinada pessoa, deve ter um comunicado geral ao grupo informando os usuários de determinada carona. Além disso, cabe também verificar o perfil nas redes sociais. O administrador do grupo tem maior responsabilidade pela inclusão das pessoas. O interessante é formação de grupos com amigos ou realmente conhecidos. Como a carona depende de aceitação de quem estiver dirigindo, então esta pode recusar se não sentir segurança. Principalmente quando for mulher.
0
Denunciar

LEIA MAIS
Sagrada Família
Assista ao vídeo
Medida
Nacional
Norte de Minas
Feminicídio
Em Contagem
MPMG
Barão de Cocais
Em Junho
Leia mais