Crise

Duralex, tradicional marca de louça, vai à falência após 75 anos

A marca é famosa por produzir diversos tipos de louça vendidos no Brasil e no mundo

Sex, 25/09/20 - 13h01
audima

A vidraria francesa Duralex, famosa por produzir diversos tipos de louça vendidos no Brasil e no mundo há 75 anos, entrou com pedido de administração judicial, processo similar ao de falência, no Tribunal Comercial de Orleães, na França, nessa quinta-feira (24). A informação foi confirmada pela administração da empresa ao jornal francês “Le Monde”. 

A Duralex, que tem sede no país, sofre com baixo fluxo de caixa desde que precisou reduzir a produção industrial em 2017, quando houve a substituição de um alto-forno. A situação causou diversos problemas na linha de manufatura e na gestão da companhia. 

Conforme publicou o jornal, a crise causada pela pandemia do coronavírus também influenciou na decisão. “Perdemos cerca de 60% do nosso faturamento com a cessação das exportações, que representam 80% do nosso negócio”, afirmou o CEO Antoine Ioannidès. 

“As dívidas da empresa no dia da abertura do processo estão congeladas. (...) Após o inventário de todos os recebíveis pelos representantes legais, a empresa poderá propor um plano de recuperação", informou a administração em carta aos funcionários, obtida pelo “Le Monde”.

São 248 pessoas trabalhando na empresa que, de acordo com o documento, ainda serão pagas.

 “Com a ajuda (...) do Tribunal de Comércio de Orléans, continuaremos as negociações com os diversos compradores”, espera o presidente da Duralex.

Brasil
No Brasil, a marca Duralex pertence à Nadir Figueiredo desde 2011, quando a fabricante brasileira comprou a Santa Marina e incorporou, além da própria Duralex, a Marinex. Em 2019, a Nadir foi comprada por uma gestora de fundos americana, a HIG Capital.

A recuperação judicial da fábrica francesa não terá efeitos no Brasil, informou à Folha de S.Paulo a Nadir Figueiredo.
"A marca Duralex na América do Sul pertence à Nadir Figueiredo, empresa brasileira consolidada há mais de 108 anos no mercado", disse, em nota. "Os produtos da marca Duralex como os pratos, xícaras e a linda linha de mesa Duralex Opaline continuarão trazendo beleza à mesa dos consumidores."

(4) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
José Daniel 5:46 AM Sep 26, 2020
75 anos de existência, apenas 248 funcionários e não tem fluxo de caixa para atravessar uma crise... Será que a moda Brasil pega? Aqui todo ano sai nas principais revistas de economia, as informações de lucros exorbitantes de empresas públicas e privadas, fora que novas pessoas vão entrando na "Forbes"... E mesmo com pessoas dando lucro, preferem automatizar e demitir.... Aumenta-se uma pessoa rica e multiplica o número de famílias desempregadas, sem casa, escola, plano de saúde e vida digna... Quando chega a crise no ano seguinte, pedem recuperação judicial e pasmem, muitas delas não atingem nem um ano de crise... Se a moda Brasil pegar.....
4
Denunciar

WANDERSON CANUTO 3:21 PM Sep 25, 2020
noticia triste a Duralex é uma das melhores fabricantes de louças do mercado !!!!
1
Denunciar

Ex Tive 6:03 AM Sep 26, 2020
Para mim tanto faz. Sou indiferente. Desde os tempos de meus bisavós, cafeicultores com extensas terras em Minas e no Espírito Santo, que nas minhas mansões só usamos a legítima porcelana chinesa. A legítima!!! Não é essas xicrinha que pobre compra em loja de 1,99.
1
Denunciar

Murilo Wehbe 10:29 PM Sep 25, 2020
Louça? Que louça? Pelo que eu saiba eles trabalham com vidro!
1
Denunciar

LEIA MAIS
Fundos Imobiliários
Sem isolamento
Câmbio
Contas públicas
Benefício
Verba
Nome
Emprego
Notre-Dame
Reabertura