Polêmica

Gucci anuncia primeira chefe de diversidade após acusações de racismo

O objetivo, segundo a empresa, seria implementar uma estratégia para formar um ambiente de trabalho mais inclusivo e diverso

Qua, 31/07/19 - 13h53
Em fevereiro, a marca gerou repercussão negativa ao anunciar esse suéter com gola alta preta

A grife Gucci nomeou Renée Tirado como diretora global de sua divisão de diversidade, equidade e inclusão. O objetivo, segundo a empresa, seria implementar uma estratégia para formar um ambiente de trabalho mais inclusivo e diverso.

A divisão de diversidade foi criada em fevereiro, mesmo mês em que a marca tirou de circulação uma balaclava preta com desenhos de lábios vermelhos, encarada nas redes como referência ao personagem Sambo. Na cultura americana dos séculos 19 e 20, ele servia de caricatura da suposta malandragem e preguiça dos negros, e deu origem ao black face adotado no teatro dos Estados Unidos.

Um dia após a polêmica se instaurar nas redes sociais, a Gucci foi às suas contas na internet pedir profundas desculpas pela ofensa causada pela peça e que a retirou de suas lojas online e física. 

Renée Tirado desempenhou o mesmo papel na liga americana de basquete. Na nova posição, ela estará baseada em Nova York e responderá a Marco Bizzarri, CEO da grife italiana.

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Leia mais
LEIA MAIS
ao natural
Capítulos do Rio Doce
Capítulos do rio Doce
Capítulos do Rio Doce
De Minas pro mundo
Com exagero
Moda pro bem
Capítulos do Rio Doce
Capítulos do Rio Doce
Luto