Ajuda

OMS anuncia distribuição de 120 mi de testes rápidos de Covid a países pobres

Os testes trarão "resultados confiáveis" de 15 a 30 minutos e exigirão equipamentos menos sofisticados que os exames tradicionais

Seg, 28/09/20 - 13h33
Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS
audima

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, anunciou nesta segunda-feira, 28, uma parceria com a Fundação Bill e Melinda Gates que prevê a distribuição de 120 milhões de testes de diagnóstico rápido de coronavírus para países de renda média e baixa.

"Desde o início da pandemia, a OMS enfatizou a importância vital da testagem como parte de uma estratégia abrangente para controlar a transmissão da covid-19", disse, durante coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça.

Segundo Tedros, os testes trarão "resultados confiáveis" de 15 a 30 minutos e exigirão equipamentos menos sofisticados que os exames tradicionais. "Eles custam o máximo de US$ 5 por unidade, o que já é bem abaixo dos testes PCRs. E nós esperamos que o preço caia ainda mais", destacou.

O líder da OMS acrescentou que, até agora, o programa de aceleração do desenvolvimento de uma vacina para a doença arrecadou mais de US$ 35 milhões. "Mas isso representa um valor pequeno para os países no contexto dos trilhões de dólares que estão gastando em estímulos para manter as economias em funcionamento", destacou.

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
LEIA MAIS
Cinco dias depois
Cuidados
Aumento de casos
Canadá
Pandemia
Diplomacia
AstraZeneca
Estados Unidos
Ataques
Pandemia