Pandemia

Alerta para média diária de novos casos de coronavírus

Apesar de certa estabilização da transmissão em Betim, população deve manter os cuidados de prevenção à Covid-19 para que a situação não se agrave

Qui, 26/11/20 - 22h18
Mais de 8.150 casos de Covid-19 já foram confirmados em Betim
audima

A média proporcional diária de aumento dos casos notificados de Covid-19 em Betim tem-se mantido com pequena variação desde setembro até os primeiros quinze dias de novembro.

De acordo com o último informe epidemiológico, formulado pela Diretoria de Vigilância em Saúde com dados até o último dia 16 (quando tinham sido confirmados 7.603 casos na cidade), comparando com meses anteriores, o município apresenta a média mais baixa desde abril. 

Porém, o estudo faz um alerta que, desde a segunda quinzena de outubro, percebeu-se uma oscilação das notificações acima da linha de tendência. Uma das razões para explicar isso é que, em outubro, houve uma força-tarefa na testagem e notificação de mais de 1.450 profissionais de saúde. 

“Pelo cálculo da média móvel e variação de 14 dias, até a data de fechamento do informe (dia 16), o número médio de casos notificados em 15 de outubro foi de 163 pessoas, atingindo 275 em 22 de outubro e 230 em 15 de novembro, mostrando uma tendência de aumento de casos de síndrome grave (SG), que parte se deve à testagem maciça de profissionais, em outubro, e parte aos atendimentos de usuários registrados no e-SUS (novembro)”, explica o documento. 

Óbitos 
No fechamento do boletim (dia 16), Betim tinha registrado 240 óbitos de moradores com a Covid-19, sendo que 56,3% deles foram entre pessoas da cores parda e pretas.

Já até a última segunda (23), o município tinha registrado 244 mortes, sendo que as regionais com mais óbitos foram a Alterosas (49), Imbiruçu (44), Centro (42) e Teresópolis (26). 

Apesar da média diária de novos casos apresentar estabilização, a população deve manter a prevenção. “Mesmo com certa estabilização, a prevenção deve continuar, com uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento. A procura por atendimento teve certo aumento, de pessoas com sintomas mais leves. Em Belo Horizonte, há um aumento da transmissão, e com o trânsito grande de pessoas entre Betim e BH, há a chance de isso poder acontecer aqui também. Houve certo relaxamento da população, principalmente, a mais jovem, mas a pandemia não acabou. Os cuidados devem ser mantidos”, afirmou a epidemiologista Cristiane Campos.

Testes

Somente em novembro, até o dia 16, foram realizados 1.664 testes em Betim, com 307 resultados positivos. Desde o início da pandemia, a taxa de letalidade da Covid-19 em moradores da cidade é de 3,1%. 

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
LEIA MAIS
Violência
Oportunidade
Combate à pandemia
Sepa
Flagrante
Pandemia
Levantamento
Saúde