Segurança

Crimes violentos têm redução de 46% em Betim

Foram 1.401 neste ano contra 2.597 em 2016; armas para Guarda e bases móveis ajudaram na queda

Avanço. Guarda recebeu 12 novas viaturas para atuação na cidade
PUBLICADO EM 09/05/19 - 20h42

Dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), que contabiliza todas as ocorrências registradas, mostram que Betim teve a maior queda no número de crimes violentos nestes primeiros quatro meses nos últimos três anos. 

Enquanto que no primeiro quadrimestre de 2016 foram registradas 2.597 ocorrências, neste ano foram contabilizadas 1.401, ou seja, uma diminuição de 46% no mesmo período. 

Os crimes violentos incluem homicídios consumados e tentados; estupros de vulnerável e adulto; roubo à mão armada, sequestro e cárcere privado. 

Homicídios
O resultado é ainda mais expressivo em relação aos homicídio consumado e tentado. Nesses crimes, os índices são os menores em oito anos. Nos primeiros quatro meses de 2012, foram registrados 70 homicídios consumados na cidade. Já em 2019, foram 36 execuções. O homicídio tentado chegou a 77 registros no primeiro quadrimestre de 2012 e, neste ano, esse número caiu para 27. 

Investimentos
A queda nos índices de criminalidade em Betim tem sido registrada desde 2017, devido a uma série de ações adotadas pela prefeitura e pelas polícias Civil e Militar. 

Uma das principais medidas está sendo equipar e a melhorar a estrutura da Guarda Municipal, que no mês de abril recebeu 12 novas viaturas e começou a portar armas, após um criterioso treinamento acompanhado pela Polícia Federal. A corporação ainda foi contemplada com 397 equipamentos de segurança para auxiliar nos trabalhos. 

Paralelo a isso, a cidade recebeu, no ano passado, 15 bases comunitárias, instaladas em pontos estratégicos do município, que foram mapeados após estudos da Polícia Militar. Implantadas em setembro de 2018, as bases da PM são compostas por quatro militares, além de duas motos. Juntamente com elas, chegaram à cidade mais 150 novos policiais. 

Para o secretário adjunto de Segurança Pública de Betim, coronel Julio Cézar, essa junção de medidas de vários órgãos resultou em mais segurança para a população. “Cabe ressaltar a importância da implementação das bases comunitárias e também a aquisição da nova frota de veículos para a Guarda Municipal, que melhoraram muito a estrutura da corporação”, disse.

“Além disso, a parceria da Prefeitura de Betim, Judiciário, Ministério Público e Polícia Civil permitiram que essa integração ampliasse as nossas ações e estratégias e, com isso, a sociedade percebeu a melhoria na segurança pública”, completou o tenente-coronel Gontijo, comandante do 33º Batalhão. 

Já o tenente-coronel Lopes, comandante do 66º BPM, destacou a inauguração da sede do batalhão como uma importante medida, além do aporte de efetivo e de estrutura.

LEIA MAIS
Festa
Promovido
Sustentável
Opinião
Social
Balanço
Inverno