João Vitor Cirilo

O VAR pode melhorar; a análise, também
Publicado em: Qua, 17/04/19 - 03h00
O árbitro de vídeo será adotado durante a Copa América no Brasil

Começo esta coluna semanal deixando clara a minha opinião quanto ao clássico do último domingo: o Atlético foi prejudicado por marcações da arbitragem. Houve falta de Dedé em Igor Rabello dentro da área, não foi escanteio no lance que resultou no segundo gol, e houve certo exagero na expulsão do volante Adilson no fim do jogo, na famosa “lei da compensação”. Ponto.

Porém, a discussão proposta aqui é quanto à má-vontade de muitos envolvidos no futebol, incluindo torcedores e colegas de imprensa, com a inserção da tecnologia nas decisões da arbitragem. É quase uma campanha contra o VAR. Logo que um equívoco na marcação de campo acaba não sendo corrigido pela tecnologia, aparecem frases como “e esse VAR aí?” ou “cadê o tal do VAR?” ou ainda “o VAR é uma farsa”. Assustador.

Relacionando ainda com o jogo de domingo, no lance de Dedé com Igor Rabello, não há discussão, por não se tratar de algo interpretativo. Houve um equívoco da arbitragem de campo em encerrar a partida imediatamente após o lance e também da arbitragem de vídeo em não acionar o carioca Wagner do Nascimento Magalhães, responsável pela marcação de campo. Essa também é a compreensão da comissão de arbitragem da Federação Mineira de Futebol (FMF).

Importante frisar e destacar que o erro foi da arbitragem, um erro humano, e não da tecnologia. É o que tenho destacado sempre que me questionam sobre o VAR: ele serve para reduzir o número de erros, um paliativo importante. O árbitro de vídeo não vai extinguir os equívocos, também por ser comandado por humanos. O VAR precisa melhorar, óbvio, na velocidade, nas definições do protocolo, na clareza das ações. Mas nós também precisamos melhorar nossa análise. Fazer campanha contra não ajuda em nada. Pelo contrário.

Em campo

Passando para a análise do que foi visto dentro das quatro linhas, ficou claro que o que faltava ao Atlético de Levir Culpi era, pelo menos, o mínimo de organização. Rodrigo Santana não teve tempo para fazer grandes intervenções táticas, porém, ainda assim, pudemos ver uma equipe bem mais interessante coletivamente e consciente do que poderia apresentar. Não é exagero o treinador ter dito que ficou satisfeito com o desempenho. O Atlético teve chances, mesmo com os equívocos da arbitragem, de conseguir um resultado melhor no Mineirão.

Do lado do Cruzeiro, Mano Menezes disse entender que era possível um desempenho melhor. A Raposa ofereceu boas oportunidades ao adversário. Agora, vai para a Arena Independência jogando por um empate e, possivelmente, contra um Atlético mais ofensivo que no duelo do último fim de semana. Caso se exponha demais, creio que o Galo possa ter problemas.

Aliás, quanto ao Independência, creio se tratar de uma escolha do Atlético para tentar tirar o Cruzeiro da “zona de conforto” que é o Mineirão. Tecnicamente, creio que nada mude em campo. Assim como na última semana, pela vantagem e pela maior qualidade, a Raposa aparece como dona do favoritismo, porém, pelo regulamento e jogando diante do seu torcedor, seria loucura dizer que o Atlético não tem boas chances.

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Roberto Reis 12:37 PM Apr 25, 2019
OLHA SO A CONSEQUENCIA, DE UMA PARTIDA, DO PRIMEIRO JOGO DO CAMPEONATO MINEIRO, TOTALMENTE, MÁ INTENCIONADA, UM PENALTI, CLARO, NO VIDEO, ATE O PROPRIO DIRIGENTE DA FEDERAÇÃO MINEIRA ANALISOU E TODOS NO VIDEO E TELEVISÃO VIRÃO QUE ESTAVA CLARO A PENALIDADE OU SEJA MÁ INTENÇÃO OU ERRO, MAS SERÁ ISSO JUSTIÇA......, BOM, E O OUTRO GOL QUE DEFNIU A PRIMEIRA VITORIA DO CRUZEIRO, CLARO QUE NAO ESTOU JOGANDO PEDRA NO CRUZEIRO, ELE ESTA NO LUGAR DELE OU SEJA RECEBER O ESCANTEIO QUE NAO FOI, TODOS VIRÃO NO VIDEO QUE NAO FOI ESCANTEIO, E DEPOIS DO PROXIMO LANCE O GOL DO DA VITORIA, E SACRAMENTOU A PRIMEIRA VITORIA DO CRUZEIRO, ERROS CLASSICOS, E A IMPRENSA NAO FALA NADAAAAAAA, OLHA EU NAO QUERO FICAR PREOCUPADO COM FUTEBOL, FUTEBOL É COMERCIO, DA IMPRENSA ATE MESMO DOS PROPRIOS JOGADORES, O SEGUNDO JOGO, CRUZEIRO ENTROU COMO FRANCO ATIRADOR, E O ATLETICO, QUE SEMPRE NAS SEMI FINAIS IMPLACÁVEL NO VAR, ANULOU TRES GOLS PELO VAR, , EU JA TINHA CANTANDO A BOLA, SABIA, QUE SEMPRE QUANDO ACONTECE ESSAS COISAS , VIRÃO ALGO , COISAS FUTURAS VIRÃO, NAO SOU PROFETA, MAS JA ESTAVA PENSANDO NISSO, AS SEMI FINAIS , O VAR ERA IMPLACAVEL, VEJAM AS SEMI FINAIS DO MINEIRO, NOS JOGOS DO ATLETICO, SOU ATLETICANO, MAS TEMOS QUE SER JUSTOS, OLHA, E CLARO QUE A SEGUNDA PARTIDA O CRUZEIRO JOGOU APENAS PARA O EMPATE, O QUE DEFINIU O SEGUNDO JOGO DAS FINAIS DO MINEIRO FOI O TAL DE VAR, ONDE ESTA VC KAILI, CALADO, ONDE ESTA VOCES IMPRENSA MARROM, TUDO FOI DEFINIDO E A IMPRENSA E ATE O PROPRIO ATLETICO FICARAM CALADOS, KALIL, VC ERA UM GRANDE PRESIDENTE, O QUE ACONTECEU NO MINEIRO FOI UM ABSURDO, IMPRENSA MARROM CALADINHA, OLHA POR ISSO QUE EU NAO ESTOU NEM AI PARA FUTEBOL, É UM COMERCIO , O QUE ACONTECEU COM O ATLETICO MINEIRO FOI UM ABSURDO, AGORA, OLHA, SO O QUE ACONTECE QUANDO A MA INTENÇÃO ACONTECE, O ATLETICO PERDE O MINEIRO, E DEPOIS O TIME TOTALMENTE CAÍDO, É ELIMINADO DAS LIBERTADORES, A IMPRENSA SEMPRE CALADA, E METENDO O PAU NO TIME QUE FOI INJUSTIÇADO, OLHA, O QUE ACONTECEU COM O GALO FOI UMA FALTA DE ANÁLISE SOBRE O FUTEBOL, ALIAS SOBRE JUSTIÇA, CLARO QUE O CRUZEIRO ESTAVA BEM , UM TIME MAS ESQUEMATIZADO, MAS ISSO NAO JUSTIFICA ERROS, QUE CAUSARAM A PERDA DO MINEIRO E A ELIMINAÇÃO DO ATLETICO MINEIRO, EU FALEI COM UM AMIGO MEU, OLHA, ESSA SEMI FINAL ESTA ESTRANHA O VAR ERA IMPLACÁVEL, E EU DISSE PARA MEU AMIGO, QUERO VER NAS FINAIS, QUERIA SABER SE VAO ANALISAR CORRETAMENTE, E DISSE PARA ELE, OLHA, O QUE ESTA ME PARECENDO QUE O VAR CONTRA O CRUZEIRO NAO VAI SER IMPLACAVEL, QUERIA VER, E O QUE TINHA PENSADO ACONTECEU, O ATLETICO MINEIRO FOI GARFADO, SAIU DAS LIBERTADORES, E OS JOGADORES DO ATLETICO SENDO MASSACRADOS NA ELIMINAÇÃO DA LIBERTADORES, PARABENS, VAR, PARABENS IMPRENSA MARROM, PARABENS AOS DIRETORES DO ATLETICO MINEIRO E CRUZEIRO, O QUE ACONTECEU JA ESTA PARA ACONTECER, MEU AMIGO SABE, E ACONTECEU, E A TORCIDA DO ATLETICO, MAS UMA VEZ INJUSTIÇADA, OLHA, NAO ACOMPANHO MAS FUTEBOL, TENHO UM DEUS MARAVILHOSO, DEUS CRIADOR DOS CEUS E DA TERRA, E CRISTO MEU SALVADOR, ELES SIM TEM JUSTIÇA, MAS OS HOMENS NÃO TEM NENHUMA CONFIANÇA, PARABENS AOS VAR....... OU SEJA O JUIZ DE VIDEO QUE DEVERIA COIBIR INJUSTIÇA, MAS SERA QUE ISSO ACONTECEU, ISSO FOI UM ABSURDO.....
0
Denunciar

LEIA MAIS
Fala, Cirilo!
Leia mais