Alessandra Soares

5ª edição da Virada Cultural tem nova identidade
Publicado em: 16/06/19 - 03h00

5ª edição da Virada Cultural tem nova identidade

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, e o Instituto Periférico (Organização da Sociedade Civil – OSC), anunciam com o mote “Viva e surpreenda-se” a nova identidade visual da 5ª Edição da Virada Cultural, que será realizada durante 24 horas nos dias 20 e 21 de julho.
A campanha foi construída pela RC Comunicação, que convidou Conrado Almada, artista gráfico e diretor de cinema cuja obra é centrada em traço e estilo, para dar uma representação gráfica inusitada à nova identidade. Com a proposta de atrair os moradores de Belo Horizonte para vivenciar a cidade, por meio da cultura, da arte e das experiências na Virada Cultural, a campanha sairá às ruas a partir desta segunda-feira (17).
Para construir todo o clima de entusiasmo e experimentação cultural, Conrado criou desenhos no estilo doodle (um tipo de esboço, desenhos simples que podem ter significado concreto de representação ou simplesmente representar formas abstratas), que trazem ícones do centro da capital – como a Praça Sete e o Viaduto Santa Tereza – e que serão os palcos do evento neste ano. Junto aos detalhes arquitetônicos do hipercentro da cidade, o artista ilustrou pessoas diversas e atividades culturais distintas como teatro, artes plásticas e carrinho de rolimã.

Sergio Gordilho entre os mais criativos do mundo

Sergio Gordilho, copresidente e CCO da agência Africa, foi eleito um dos profissionais mais inspiradores em marketing, mídia e cultura do mundo pela Adweek, uma das mais respeitadas publicações de criatividade do planeta. A notícia foi divulgada na segunda-feira (10) pelo veículo, que anualmente escolhe as cem personalidades que mais se destacaram na indústria criativa ao longo do último ano. O Creative 100 da Adweek reúne aqueles que inspiram as gerações atuais e futuras não apenas pelo trabalho que desenvolvem, mas também pela paixão com a qual exercem a criatividade nas indústrias da propaganda, mídia, arte, literatura, animação, entre outras.
Gordilho foi selecionado entre os líderes criativos globais cujas ideias estão fazendo a diferença na publicidade no mundo. O resultado chega após excelente ano para o CCO e para a Africa que, sob sua liderança criativa, foi a agência latino-americana mais premiada no Festival de Cannes em 2018, com a conquista do primeiro Grand Prix da história da AB InBev e também no El Ojo, pelo segundo ano consecutivo. Já em 2019, a agência também reúne uma série de novos reconhecimentos, como a mais premiada do Brasil no One Show e da América Latina no D&AD.

Mineira vence prêmio Empreendedora Digital do Ano

R aycleiner Kaisser, diretora da Kapsula, primeira empresa de full e-commerce do Brasil, foi eleita como melhor empreendedora do marketing digital do ano. O prêmio foi anunciado durante o Afiliados Brasil, maior congresso de Marketing de Afiliados da América Latina, que aconteceu recentemente no Centro de Convenções Frei Caneca em São Paulo. A Kapsula faz parte do Grupo KPG, formado também pelas empresas Kapsula Cosméticos e Konvert. O Grupo KPG tem como CEO o empresário Shirleyson Kaisser.

McDonald’s apoia campanha do MPT contra o trabalho infantil

Em comemoração ao Dia Internacional Contra o Trabalho Infantil, celebrado na última quarta-feira (12), o McDonald’s apoia a campanha “Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar”, realizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Reconhecida como uma das maiores geradoras do primeiro emprego para jovens, a companhia utilizará sua força e alcance para dar ênfase à campanha #Infânciasemtrabalho, ampliando a conscientização e mobilização sobre o assunto. Hoje, a marca usará seus canais nas redes sociais para falar sobre o assunto e também realizará ações internas para seus mais de 50 mil funcionários no país.
“Sabemos que podemos usar nossa escala e capilaridade como marca para impulsionar discussões necessárias para a evolução de questões sociais no nosso país. Aproveitamos a forte relação que temos com os clientes dentro e fora do restaurante para ampliar a discussão sobre esse tema, assim como mobilizaremos nossos mais de 50 mil funcionários para falarem sobre o tema”, comenta Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados, franquia que opera a marca McDonald’s no Brasil e em outros 19 países da América Latina.
2,4 milhões de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos trabalham no Brasil (32% em atividades agrícolas)
As regiões Nordeste e Sudeste registram as maiores taxas de ocupação, respectivamente 33% e 28,8% da população de 2,4 milhões na faixa entre 5 e 17 anos
2 em cada 3 crianças em situação de trabalho infantil são do sexo masculino
94% do trabalho infantil doméstico é realizado por meninas

Artigo

Momento de perguntas

Vi recentemente uma frase que resume bem o raciocínio que gostaria de apresentar e que reflito há algum tempo: “Se não temos as respostas, precisamos criar as perguntas”. Você já refletiu a quantidade de vezes que se deparou com conteúdos que falam da necessidade de mudanças e adaptações? Mas, na prática, o que realmente tem mudado para suprir essas necessidades? Todo o tempo vemos em artigos, colunas, eventos, entre outros, o cenário que se move rapidamente, apresentando estudos, projeções, o que o consumidor quer e o que os profissionais de marketing precisam. Nesse desenho, existem muitas incertezas e opiniões, mas o mercado mineiro apresenta pouca experimentação. As agências ousam pouco e não apresentam novidades.
Em um país em que ainda somos treinados desde muito novos para acreditar que a CLT é garantia e estabilidade e que estudar para concurso pode te dar uma tranquilidade futura, os empreendedores e/ou gestores de comunicação poderiam experimentar mais. O pouco que vi até agora são mudanças de nomes ou conceitos, remendando ou requentando processos de um modelo tradicional de agências que é muito questionado. E isso atende o que o futuro da comunicação pede? Para estes, até quando existirá on e off, já que as gerações que nos impulsionam para frente não sabem que existiu um mundo só off? Tudo isso não é simplesmente comunicação?
Qualquer bom livro ou palestra sobre empreendedorismo atual vai nos ensinar que o futuro das organizações será formado por modelos de negócios. E, nesse ponto, o que as agências estão apresentando de novo para seus clientes? Já li e ouvi que o mercado se prostitui, se queima, que verbas são diminuídas e resultados são cobrados cada vez com mais ênfase. Claro que há muita verdade nisso, mas o que realmente deveríamos questionar não é o que agências, departamentos e profissionais de marketing têm oferecido de novo às organizações aqui em Minas?
Diante de tudo isso, a empresa que presido apresentará ao mercado um novo modelo de negócio no mês de julho. Estamos criando as perguntas para ter as respostas que nossos clientes precisam. Não é só mudança de nome ou conceito. Não é ser mais uma agência. Será uma nova forma de imergir em suas dores e propor soluções. 
O momento é de questionamentos. Se não temos todas as respostas, criem as perguntas.
Euler Mendes
Sócio/Diretor da Stalo Comunicação

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso