Frederico Jota

O que esperar de América, Atlético e Cruzeiro neste retorno?

Publicado em: Dom, 26/07/20 - 05h00
Campeonato Mineiro está de volta neste domingo (26)
audima

Depois de pouco mais de quatro meses sem futebol em Minas Gerais, o Campeonato Mineiro está de volta neste domingo (26). Fiz uma análise sobre como cada clube da capital do Estado retorna aos gramados e sugeri um time ideal. E o que será que ganharam e perderam América, Atlético e Cruzeiro nesse tempo?

América

Em março, quando o campeonato foi interrompido, o América tinha, de longe, a equipe mais entrosada e consistente da competição. É um time que joga com a bola no pé e com ótima transição entre os setores. Zé Ricardo e Juninho são peças importantes para o andamento da equipe. Saem para o jogo com qualidade e protegem bem a defesa. Com Matheusinho em bom momento, a bola chega com qualidade ao ataque, que é veloz e perigoso, com destaque para Rodolfo. Com a parada, o desafio do América é manter a distância qualitativa que tinha em relação aos seus rivais, que se reforçaram durante esse período. Por outro lado, Lisca teve mais tempo para fazer os ajustes necessários.
Para mim, o time ideal é Airton; Leandro Silva, Bauerman, Lucas Kal e Sávio; Zé Ricardo, Juninho, Alê e Matheusinho; Rodolfo e Felipe Augusto.  


Atlético
A parada serviu para que surgisse um novo Atlético, bem reforçado e sem alguns jogadores que não rendiam, dispensados. Sampaoli praticamente vai estrear no comando da equipe nesse final de semana e depois de um tempo interessante para aplicar sua filosofia de jogo. A equipe está reforçada em todos os setores e uma prévia do que pode acontecer em jogos oficiais foi vista no jogo-treino contra o América, quando o time teve muita posse de bola, evitou os chutões e jogou de forma articulada pelos lados do campo. Na minha avaliação, a melhor contratação feita no período foi a de Junior Alonso, que chega para ser titular e melhorar a saída de jogo da equipe. Ponto baixo foi a contusão de Tardelli, que, mesmo sem estar garantido como titular, seria uma ótima opção para a equipe.
O time ideal, na minha opinião: Rafael; Guga, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Allan, Alan Franco e Cazares; Keno e Marrony

Cruzeiro
Enderson Moreira vai praticamente começar do zero, já que vai ter em mãos uma equipe que também recebeu reforços para todos os setores. Os primeiros meses do ano foram muito ruins para o Cruzeiro, que, sob o comando de Adilson Batista, não conseguiu ter uma filosofia de jogo, usou vários jogadores e ficou longe de ter um padrão definido. A parada foi um ponto positivo para o clube e para Enderson, que vai ter à disposição jogadores experientes que podem dar mais estabilidade para o time, afoito em muitas partidas até março. A contratação de Régis foi muito positiva e cabe a ele ser um organizador da equipe. Os reforços que chegaram para as laterais também devem dar mais estabilidade para o time que, por outro lado, precisa de ter mais opções no banco de reservas.
Para mim, o time ideal é Fábio; Cáceres, Cacá, Léo e Giovanni; Jean, Cabral, Jadsom e Régis; Maurício e Marcelo Moreno.

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
LEIA MAIS
Frederico Jota
Frederico Jota
Frederico Jota
Frederico Jota
Frederico Jota
Frederico Jota
Frederico Jota
Frederico Jota