Luiz Tito

Luiz Tito escreve de segunda a sábado em O TEMPO

Remendo novo em pano velho II

Publicado em: Qui, 20/01/22 - 04h30
Destruição de estrada por chuva na Bahia | Foto: Dnit/Divulgação

Em igual ou pior Estado está a MG–367, de Diamantina até Minas Novas, cuja superfície lembra a paisagem lunar. Só no Norte de Minas e no Jequitinhonha é poesia se pensar que o investimento poderá ser menor do que R$ 500 milhões para se ter estradas transitáveis, sem se colocar em risco a vida, veículos e equipamentos de seus usuários. Certamente alguém vai pensar em privatizá-las para se cobrarem pedágios; esse pensamento domina aqueles que estão no comando da Infraestrutura em Minas. Mas há muito para se fazer antes disso. Muito. Primeiro, tirar o DER-MG do esquecimento a que foi relegado.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.