Avanço

CCJ do Senado aprova projeto que proíbe votações secretas

A votação que escolheu o presidente do Senado neste ano, por exemplo, durou dois dias. A principal discussão foi em torno da votação ser sigilosa ou aberta

Qua, 15/05/19 - 19h37
A proposta ainda precisa ser analisada em plenário

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal aprovou nesta quarta-feira (15) projeto que proíbe votação secreta em casos de eleição da Mesa Diretora, cassação de mandato ou autorização de prisão de parlamentar.

A proposta ainda precisa ser analisada em plenário. Caso seja aprovada, o tempo de sessões com essas pautas ficará menor.

A votação que escolheu o presidente do Senado neste ano, por exemplo, durou dois dias. A principal discussão, em janeiro último, foi em torno da votação ser sigilosa ou aberta.

Na ocasião, em votação fechada, foram registrados 82 votos. No entanto, são 81 senadores. O voto a mais ainda está sob investigação na Casa.

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
LEIA MAIS
Mais um
Operação
Avanço
Educação
Contingenciamento
Injúria
Orçamento
Sem Reajuste
Máfia dos Sanguessugas
Habeas corpus
Leia mais