Fora do diálogo, não há salvação; ainda há tempo para recomeçar

A liberdade e a democracia estão em risco aqui e no mundo

Sáb, 25/05/19 - 03h00

Confesso que cheguei a tal nível de maturidade política que persigo uma radical independência intelectual e não me apaixono mais por nenhum líder carismático ou projeto ideológico salvacionista. Quando era um jovem líder estudantil, guardava, na cabeça e na alma, projetos muito mais radicais e mais certezas do que dúvidas. Poucas certezas da juventude sobreviveram. E me intriga ver nosso país, uma máquina de desenvolvimento no pós-guerra, estar se especializando em jogar oportunidades fora.

Quando, na juventude, abandonei a ortodoxia de esquerda, passei a admirar profundamente personagens como Ulysses Guimarães, Tancredo Neves, Mário Covas, FHC e JK. Com eles aprendi que adversário não é inimigo, que política é a arte de somar, não de dividir, e que a natural radicalização das campanhas não serve de base para bons governos.

Hoje, fico perplexo com o embate sectário e desqualificado, potencializado pelas redes sociais, entre polos que não se reconhecem legítimos. Não seria grave se o próprio presidente da República, sua família e seu séquito olavista não entrassem pesado no mesmo jogo.

A única ideia que ainda me apaixona é a defesa da liberdade e da democracia. E elas estão em risco aqui e no mundo. Edmond Burke alertou: “Quanto maior é o poder, tanto mais perigoso é o abuso”.

Recentemente, o excelente livro dos professores de Harvard Steven Levistsky e Daniel Ziblatt “Como as Democracias Morrem” foi alçado à condição de best-seller. Nas páginas 77 e 78 está dito: “(...) teve que encarar um começo turbulento. O Congresso não aprovou nenhuma lei durante seus primeiros meses no cargo e os tribunais não pareciam estar à altura (...) O presidente não só carecia de experiência nas complexidades da política legislativa, como tampouco tinha paciência para elas”.

E continua: “Assim, em vez de negociar com o Congresso, os açoitou, chamando-os de ‘charlatões improdutivos’. Ele atacou juízes não cooperativos, caracterizando-os como ‘lacaios’ e ‘patifes’. Ainda mais perturbador, ele começou a contornar o Congresso, optando por decretos executivos... começaram a se queixar de que a Constituição era rígida e restritiva, reforçando o medo de que o compromisso do presidente com as instituições democráticas fosse fraco”.

“Com efeito, os tribunais declararam vários decretos inconstitucionais (...) houve rumores de impeachment (...) Sentindo-se sitiado, o presidente dobrou a aposta (...) O conflito se agravou (...) o conflito tinha chegado a ponto de (...) ou o Congresso matar o presidente, ou o presidente matar o Congresso”.

“O presidente matou o Congresso. Em abril, apareceu na televisão e anunciou que estava dissolvendo o Congresso e a Constituição. Menos de dois anos depois de sua surpreendente eleição, o outsider azarão tinha se tornado um tirano”.

É um texto ficcional sobre o futuro do governo Bolsonaro? Não. É a descrição da escalada de Alberto Fujimori no Peru rumo à instalação de uma ditadura.

Que o texto interessante e de leitura obrigatória, divulgado por nosso presidente, o tenha sido apenas por curiosidade. Que prevaleça o bom senso dos generais no governo. Que as manifestações de amanhã não apostem no confronto com o Congresso e o Poder Judiciário. Que prevaleça o diálogo de Bolsonaro com Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre e Dias Toffoli, e não o confronto institucional. Fora isso, não haverá salvação. Ainda há tempo para recomeçar.

(10) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Drope 1:22 AM May 26, 2019
Sinta o nível dos que representam o diálogo: Maia, Davi e Toffoli. Quanto será que custaria em reais para nós contribuintes esse diálogo proposto pelo senhor político aí? Precisa de mais algum estímulo para ir para a Praça da Liberdade, hoje as 10 da manhã?
0
Denunciar

Walter Oliveira 8:48 PM May 25, 2019
Democracia é uma FALÁCIA. Quem pensa que o seu voto vale alguma coisa é o mesmo que o sujeito urinar no oceano pensar que foi ele quem salgou o mar. Voce não elege ninguem. A massa elege quem o SISTEMA indicou. Proibida candidaturas avulsas; voto obrigatório e chamam essa porcaria democracia. O povo quer é BEM ESTAR seja ditadura ou democracia. Na FALIDA democracia representativa o presidente eleito no dia seguinte é jogado aos canalhas do Congresso e do Supremo. Por isso PATINAMOS ha 30 anos.
0
Denunciar

José Boné 6:02 PM May 25, 2019
Um tucano falar em defesa da democracia é, no mínimo, hilário! Doutor Deputado, temos memória, tá? Sabemos o que vocês fizeram de 2010 para cá...
0
Denunciar

Esteves 3:02 PM May 25, 2019
''Presidência quer gastar até R$ 7,1 mi em carros blindados, diz revista'' Governo fica falando de Porte ou Posse de Arma enquanto o Imposto do Povo vai pra carro blindado pra eles. O Certo é o Governo investir na segurança do Povo.
1
Denunciar

Rodrigo silva 3:11 PM May 25, 2019
Kkkkk esqueceu de falar que são 7 mi para o presidente que quando era candidato tomou facada de um partidário do governo anterior que proibiu arma do cidadão comum, liberou arma para o bandido que não segue a lei desonerou os poderosos amigos e trouxe o país a este caos. E hoje apesar da força dos alienados está com seu principal líder condenado em três instâncias dando a condição de que todo brasileiro possa chamar o Lula de ladrão na cara dele, sem aquele presidiário poder falar nada!
1
Denunciar

Rodrigo silva 3:01 PM May 25, 2019
Kkkkk engraçado vocês. Querem que mude tudo, fazem campanha dizendo que precisamos mudar a forma de governar, se elegem, entram no parlamento e aí continuam querendo benefício próprio para que as pautas de futuro da nação sejam votadas e quando se vêem ameaçados apelam para a democracia e aí pergunto Democracia para quem? Esse tipo de democracia de presidencialismo de " coalização" nos levou a nossa pior crise de nossa história e vocês querem cobrar. Presidente para ele continuar governando assim? Se democracia significa para vocês explorar o povo para manter suas bandidagens cretinas, se preparem porque tá pertinho de acabar mesmo. Preocupem-se nobres deputados vereadores e demais classe política!
0
Denunciar

Alberto 12:12 PM May 25, 2019
Somos todos Bolsonaro!! O verdadeiro cidadão de bem está com o grande presidente Bolsonaro e ele não deve e não precisa conversar com o Congresso e com ninguém. O povo apoia todas as decisões do presidente e se precisar estaremos prontos para defendê-lo. Inclusive amanhã é dia de manifestar em defesa do presidente. Precisamos fechar o congresso e fazer uma nova Constituição. A direita comanda!!
4
Denunciar

José Boné 6:03 PM May 25, 2019
Vai estudar, seu burro.
4
Denunciar

Antônio Ramos 11:48 AM May 25, 2019
Algum grande estudioso também deveria escrever livros abordando a intromissão do Judiciário em assuntos de competência do Executivo e/ou do Legislativo, como tem acontecido no Brasil. Aliás, no nosso caso por "negociar com o CÃOgresso", como defendem, que fique claro que por "negociar" entenda-se; "Ou o Presidente da República solta verbas para nossos interesses nuns dos mais de 5.000 municípios , para que possamos ganhar comissões e outras benesses, inclusive votos, ou não aprovamos NADA.
1
Denunciar

José Boné 6:03 PM May 25, 2019
Vai estudar.
1
Denunciar

LEIA MAIS
Leia mais