Mudança de ares e de hábitos em Minas Gerais

Não há mágica – só disposição para enfrentar as dificuldades

Seg, 15/07/19 - 03h00

No final de 2018, o governador Pimentel devolveu aos mineiros um Estado absolutamente quebrado. Salários atrasados e parcelados, repasses constitucionais aos municípios ilegalmente retidos, R$ 35 bilhões em contas vencidas e não pagas, déficit previsto de R$ 15 bilhões para 2019 e uma dívida de R$ 105 bilhões com a União. Simplificando: um Estado falido.

Cento e oitenta dias depois, muita coisa evoluiu – a começar pelo parcelamento do pagamento do 13º salário que Pimentel “esqueceu” de pagar. No mesmo período, Minas Gerais assistiu à geração de 77 mil novas vagas de emprego – mais da metade de todas as vagas do país, num claro retorno de investimentos ao Estado, com abertura de empresas e aquecimento das economias locais. A partir de uma ação enérgica da polícia, obtivemos uma queda de 17% no número de homicídios e de 32% nos assaltos. Negociando com a Assembleia, foram viabilizadas 34 mil novas vagas de educação integral, e a saúde recebeu tratamento prioritário, com a destinação de recursos para equacionar a crise instalada pela falta dos repasses ao longo dos últimos anos.

Não há mágica – é apenas a disposição para enfrentar as dificuldades herdadas com responsabilidade, refreando a tendência corporativista que parece sempre dominar os ambientes públicos. O que muitas vezes foi visto ao longo desses meses como uma postura vacilante do governador Zema, acabou se mostrando como uma forma mais refletida e dialogada, devolvendo aos mineiros a sua tradição de governar com formação de consensos, renunciando ao autoritarismo da compra de apoios para aprovar o que os “imperadores” do Palácio da Liberdade queriam.

O governador Romeu Zema doa seu salário e não mora no Palácio das Mangabeiras, que agora é usado para eventos culturais, gerando receita para o Estado. Na reforma administrativa, o governo diminuiu dez secretarias e reduziu também os cargos comissionados, que passaram a ser ocupados a partir de processo de seleção profissionalizado, escapando do empreguismo público e do aparelhamento do Estado pelos apoiadores do governo. As dívidas com os municípios vão ser pagas depois do equacionamento da questão por meio de um acordo amplo para pagar o que estava em aberto e já colocando os pagamentos em dia a partir de fevereiro. Foram já iniciadas as providências para o maior projeto de concessão de rodovias estaduais, trazendo R$ 7 bilhões de investimento a mais de cem municípios, com profundos e rápidos impactos na economia local. Em paralelo, é feita a discussão do plano de recuperação fiscal com o governo federal e a ALMG, buscando soluções definitivas para a dramática situação fiscal das contas públicas. O governo vendeu ainda veículos e aeronaves do Estado, lembrando que dinheiro parado é custo para a população. Para garantir a melhoria da situação da segurança, foram realizadas 16 mil operações da PM a mais do que no mesmo período de 2018, apenas no primeiro trimestre de 2019.

Isso tudo, ainda, sob a sombra do terrível desastre da Vale em Brumadinho. Tempos tristes e difíceis para todos os mineiros.

Há erros, obviamente, mas não há a arrogância de quem se considera infalível nem tem planos de proteção de apaniguados. Isso facilita as ações corretivas e acelera a capacidade de reação do governo diante das dificuldades. O tempo vai consolidar os resultados e reafirmar a importância de uma experiência legitimamente liberal na gestão de um dos mais importantes Estados do país.

(10) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
maisumtrouxa 1:13 PM Jul 15, 2019
Quem esta apoiando o tal Ema , ou é comissionado ou TCMG /TJMG e por ai vai $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ !!
9
Denunciar

ROBSON 1:07 PM Jul 15, 2019
Complementando o que a Fátima Moreira disse, esse governo não sabe dialogar,não tem traquejo político, o candidato que ganhou as eleições é um magnata não precisa do dinheiro público e fica querendo aparecer doando o salário, veja que depois do rompimento da barragem em brumadinho demorou a aparecer por lá, e foi a maior tragédia minerária do Brasil e uma das maiores do mundo. É arbitrário, não gosta de conversar, prova disso é a dificuldade de aprovar projetos na Assembléia, governa com o Novo que é um ramal do PSDB sem o qual estaria perdido..Pergunte pra você mesmo se melhorou alguma coisa...
12
Denunciar

SANDRO RIBEIRO 2:15 PM Jul 15, 2019
Melhorou sim. Agora a mídia vendida, inclusive o Tempo não falam para a população todos os dias que o salário do funcionalismo está atrasado, mesmo estando! Dá a impressão de que o estado não continua sem dinheiro e nunca deixou claro para a população que a quebradeira foi gerada, na verdade, pelo ROUBO do governo Michel Temer dos recursos que pertencem aos Estados, principalmente para os estados que eram oposição àquele governo!
12
Denunciar

ROBSON 1:07 PM Jul 15, 2019
Complementando o que a Fátima Moreira disse, esse governo não sabe dialogar,não tem traquejo político, o candidato que ganhou as eleições é um magnata não precisa do dinheiro público e fica querendo aparecer doando o salário, veja que depois do rompimento da barragem em brumadinho demorou a aparecer por lá, e foi a maior tragédia minerária do Brasil e uma das maiores do mundo. É arbitrário, não gosta de conversar, prova disso é a dificuldade de aprovar projetos na Assembléia, governa com o Novo que é um ramal do PSDB sem o qual estaria perdido..Pergunte pra você mesmo se melhorou alguma coisa...
8
Denunciar

Natasha Silva Medeiros 12:55 PM Jul 15, 2019
Esse gordinho (Mateus Simões) fica utilizando este espaça só para não cair no esquecimento dos eleitores. Mas não se preocupe não, pois o povo vai lembrar muito bem do senhor e do seu grande vínculo com este governo mentiroso. Quem se alia a mentiroso é tão mentiroso quanto. O POVO ESTÁ DE OLHO EM VOCÊ E NÃO VAI PERDOAR.
17
Denunciar

Elios Dunkan 3:19 PM Jul 22, 2019
Natasha, penso que esse "Gordinho" aí é infinitamente melhor e mais competente que os magrinhos e gayzinhos que vc e seu partidinho de merda colocaram no poder...!! vá para a phuta que lha pariu sua arrombada....kkkkk
17
Denunciar

Fátima Moreira - (Chega de sacanagem com o povo) 12:49 PM Jul 15, 2019
Gordinho desocupado, só vem a esta coluna para ficar escrevendo merda.
21
Denunciar

Fátima Moreira - (Chega de sacanagem com o povo) 12:07 PM Jul 15, 2019
Para de ficar puxando s.a.c.o desse pinóquio mentiroso seu gordinha SAFADO. O PSDB abriu a cova, o PT arrematou e agora o NOVO que de novo não tem nada apareceu para jogar Minas no buraco. Parte de todo o caus que Minas vive agradeça a você que cuidou da transição deste governo mentiroso, você vai afundar com esse partido já no ano que vem seu gordinha puxa saco SAFADO.
29
Denunciar

Domingos Sávio de Oliveira 11:58 AM Jul 15, 2019
Antes de mais nada, esclareço: NÃO votei em Pimentel, por isso posso lhe perguntar tranquilamente, caríssimo colunista, como Pimentel recebeu o Estado? Cadê sua análise isenta e justa? Adianto pra você, fora as dívidas astronômicas em bancos internacionais, o déficit deixado foi de 7 bi.
21
Denunciar

Renato Paulino 10:47 AM Jul 15, 2019
Pessimistas e derrotados de plantão: após ler esta coluna, "enfiem o rabo entre as pernas". Fizemos a melhor escolha: Romeu Zema como governador.
56
Denunciar

Leia mais
LEIA MAIS
Mateus Simões
Mateus Simões
Mateus Simões
Propostas para administração dos recursos dos cidadãos
Comissionados em estatais e autarquias chegam a duplicar