Até 2022?

Comissão freia análise de PEC para estender mandatos de prefeitos

Foram apenas 25 votos favoráveis no colegiado para que a proposta entrasse na pauta - eram necessários 34 votos

Qui, 13/06/19 - 15h09
Julvan Lacerda, presidente da AMM

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara Federal freou, na noite desta quarta-feira (12), a análise da PEC que pretende estender os mandatos de prefeitos e vereadores até 2022.

Foram apenas 25 votos favoráveis no colegiado para que a proposta entrasse na pauta - eram necessários 34 votos. 

Em Minas, há pressão por parte de prefeitos para que o projeto seja analisado. Deputados, no entanto, ainda se mostram receosos com a ideia.

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Teobaldo 2:12 PM Jun 14, 2019
A necessidade de coincidir os mandatos em todos os níveis salta aos olhos. É inadmissível o país viver clima de eleições e conchavos a cada dois anos.
0
Denunciar

Leia mais
LEIA MAIS
Após Previdência
Campanha
Pinga-fogo
Mobilização
Mal-estar
Brasília vazia
Política cultural
Mandatos
Previdência
Eleições