Alternativa

Ministra propõe em carta à Gacc tratar pessoalmente de embargo chinês à carne

A abordagem é uma tentativa de fazer as negociações evoluírem entre os países, após mais de um mês de interrupção

Ter, 19/10/21 - 12h44
Ministra da agricultura Tereza Cristina participou do lançamento do Plano Safra

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, aguarda o retorno de uma carta enviada ao ministro-chefe da Administração Geral de Alfândegas da China (Gacc, na sigla em inglês), na qual se colocou à disposição para tratar pessoalmente sobre o embargo às exportações de carne bovina brasileira ao país asiático. As informações foram confirmadas ao Broadcast Agro (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) pelo Ministério da Agricultura.

A abordagem é uma tentativa de fazer as negociações evoluírem entre os países, após mais de um mês de interrupção do fluxo de comercialização da proteína, por causa de dois casos atípicos do "mal da vaca louca".

Os casos da doença foram confirmados pela pasta no dia 4 de setembro, quando o Brasil suspendeu voluntariamente as exportações para a China, como cumprimento ao protocolo sanitário que consta no acordo comercial entre os dois países.

As regras preveem a normalidade das negociações após investigação dos casos por um laboratório internacional, como foi feito pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) no Canadá. Mas, mesmo após o diagnóstico da OIE ter atestado que o País se mantém sem risco de contaminação pela doença, as compras não foram retomadas.

No fim do mês passado, o Ministério disse em nota que continuava aguardando um retorno dos chineses e que havia sido encaminhada uma solicitação para reunião técnica.

Na época, as autoridades do gigante asiático disseram estar analisando as informações apresentadas.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

(2) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Maria Isabel Azevedo 1:22 PM Oct 19, 2021
Eles estão é dando um tempo, pois as coisas não vão bem,por lá tambem!...Tem nada de vaca louca, querem que abaixe mais preço!
0
Denunciar

Lula Presidente do Brasil 1:03 PM Oct 19, 2021
Embargo a produtos brasileiros só mesmo no governo deste incapaz.
1
Denunciar

LEIA MAIS
Prévias do PSDB
Eleições 2022
Desabafo
Eleições 2022
Substitutivo
2022
Prévias
Senado Federal
ASSÉDIO
Indenização