Super Teste

Audi e-tron Sportback: novidade elétrica e acelerada

Audi lança o segundo modelo da gama de eletrificados, o e-tron Sportback, equipado com motor 100% elétrico de 408 cv, e câmeras no lugar dos retrovisores; SUV custa a partir de R$ 512 mil

Qua, 23/09/20 - 12h31
audima

No mundo das quatro rodas, quem marcou o inicio para este, que será um lento e cauteloso retorno foi a alemã Audi, que reuniu 16 jornalistas, todos de fora de São Paulo (SP), para lançar, de uma só vez, dois novos modelos, a variante com carroceria sportback do SUV e-tron, com motor 100% elétrico e o Q7, outro SUV da marca e que foi restilizado.

Da programação fez parte, entre outras atividades, um test drive, que partiu do bairro do Morumbi, na capital paulista, até o município de Itu, na região metropolitana de Sorocaba, com retorno para o ponto de origem. 

Pit stop

Como é praxe nestas ocasiões a organização divide a turma de jornalistas em duplas, que se revezam na condução do modelo em teste, com paradas estratégicas e calculadas, de forma que ambos possam ter o mesmo tempo de experiência ao volante.

O e-tron Sportback chega para consolidar e marcar território na virada da chave, que determina a mudança da matriz enérgica que empurrará os automóveis daqui para frente. Seu irmão, com carroceria SUV tradicional, segundo a marca, já teve cerca de 100 unidades comercializadas, e olha que o preço supera os R$ 500 mil.

Cereja do bolo

Esta foi minha segunda experiência, de condução, com um veículo de motor 100% elétrico, a estreia foi no BMW i3, da BMW, testado recentemente pelo Super Motor. O e-tron sportback, é claro, tem linhas ousadas e design diferenciado, mas seu visual remete a veículos, esportivos, “normais”, com motor a combustão.

O interior do e-tron é altamente sofisticado, mas convidativo e não parece que esta prestes a viajar em uma nave especial. Apertar o botão de start e nenhum barulho de motor ligado, o painel acende e te avisa que o carro já está pronto pra partir. A manopla do câmbio é horizontal e em um simples toque, o D (drive) está acionado.

Mesmo com um descomunal torque de 61,1 kgfm, ele começa a rodar suave, mas basta instigar o motor movido a eletricidade de 408 cv, que ele mostra toda sua disposição. Ajustes elétricos de distancia e altura dos bancos, mas manual para a melhor posição do volante.

Roda até 446 km com uma carga

O Sportback utiliza do mesmo conjunto mecânico do SUV, porém, pelo coeficiente aerodinâmico, sua autonomia aumentou em 10 km. A autonomia total do SUV é de 446 km, de acordo com o ciclo europeu WLTP.

Teoricamente, esta capacidade de rodagem permite ao elétrico da Audi uma viagem partindo de Belo Horizonte até o Rio de Janeiro, que tem distância da capital mineira de 443 km, em teoria porque ninguém se arriscaria em uma jornada em que não existam postos disponíveis para recarga.

Câmeras no lugar dos retrovisores

Como se pressupõe no universo da eletrificação, em todo novo modelo apresentado, a tecnologia é fator preponderante, mas alguns itens ou equipamentos fazem diferenciar uma novidade da outra.

No caso do SUV Coupé elétrico da marca das quatro argolas, uma curiosidade que vai impactar, tanto o consumidor como a crítica é um opcional, são as duas câmeras que fazem às vezes dos espelhos retrovisores, as imagens são projetadas em telas nas duas portas dianteiras.

Questão de hábito

Se o motorista mover o dedo pela superfície do display sensível ao toque, são ativados símbolos com os quais o motorista pode reposicionar a imagem.

Na experiência da condução, em primeiro momento, impera a insegurança, pelo fato da imagem dos objetos parecem estar mais próximos do que estão na realidade e a avaliação da distancia poderá ficar comprometida, mas nada que como rodar alguns quilômetros para se acostumar.

Duas versões

O Audi e-tron Sportback é oferecido em duas opções (Performance e Performance Black) e com alguns equipamentos opcionais para diferenciar uma da outra (como estas câmeras que substituem os retrovisores e custam R$ 13 mil), mas sempre com o mesmo conjunto motor-câmbio.

O SUV elétrico acelera de 0 a 100 km/h em apenas 5,7 segundos, a velocidade é limitada, eletronicamente, em 200 km/h. A Audi confirma o investimento de R$ 10 milhões para a instalação de 200 pontos de recarga nos principais locais do país até 2022, além dos 30 pontos de recarga rápida em parceria com a Volkswagen, Porsche e a EDP em estradas do país.

O funcionamento das baterias

Um dos maiores e naturais questionamentos quando o assinto é este novo mundo eletrificado tem nas baterias uma de suas maiores dúvidas. Quanto dura, como se desgasta, como se regenera, qual autonomia e por aí vai. 

Como em todos os modelos de propulsão eletrizada, também no Audi e-tron Sportback, as baterias são instaladas como um bloco plano largo embaixo da célula de passageiros, e uma moldura protetora sólida e a laminação de alumínio, protege os 36 módulos das células.

Importante ressaltar que, durante a desaceleração, a bateria é carregada pelos motores elétricos, que atuam como geradores nessas situações.

Três estágios

Para ajustar o grau desta recarga basta manusear as borboletas atrás do volante, são três os estágios e segundo a Audi, o coupé obtém até 30% de sua autonomia através da recuperação.

A tecnologia avançada que dependendo da situação de condução, o sistema de controle para regeneração das baterias, decide individualmente para cada eixo se o coupé se recupera usando somente os motores elétricos, somente os freios das rodas ou uma combinação de ambos.

Recarga

Outra inovação que vem a reboque do elétrico é uma inédita geração do sistema quattro: tração integral elétrica, que regula de forma contínua e totalmente variável a distribuição ideal do torque entre os dois eixos, em milésimos de segundo.

Na maioria dos casos, o modelo usa principalmente o motor elétrico traseiro para mais eficiência. Caso o condutor precise de mais potência, a tração elétrica nas quatro rodas redistribui o torque, conforme necessário, ao eixo dianteiro.

Para a recarga, a Audi fornecerá ao comprador um wallbox, que faz a recarga em cerca de 8 horas. Em carregadores rápidos, como o que a marca instalará pelo país, a recarga demora 30 minutos para recuperar 80% da autonomia.

Lista de equipamentos

Ar-condicionado de quatro zonas, bancos dianteiros em couro com acionamento elétrico, teto-solar panorâmico com abertura elétrica, luzes internas em LEDs com 30 cores, suspensão a ar adaptativa, ajuste elétrico da coluna de direção, rodas de 21 polegadas.

A lista inclui ainda faróis full-LED com farol alto automático, piloto automático adaptativo com assistente de faixas, chave presencial com abertura elétrica do porta-malas, seis airbags, câmeras 360º com estacionamento automático, sistema multimídia MMI Plus com 2 telas (10,1" e 8,6") e Active Info Display.

Os opcionais são: pintura metálica (R$ 2.400) e o pacote tecnológico composto por head-up Display, Side Assist e visão noturna, com preço sugerido em R$ 26 mil.

SUV é bem espaçoso

O modelo tem 4,90 m de comprimento, 2 m de largura e 1,61 m de altura. Com entre-eixos de 2,92 m, o Audi e-tron Sportback comporta cinco ocupantes e bagagens que tem capacidade para acomodar 555 L e, com o banco traseiro rebatido, o espaço aumenta para 1.665 L.

A ausência de um motor tradicional na parte frontal dá lugar a um compartimento de 60 L, que acomoda o kit de ferramentas do veículo e o cabo do carregador Audi compact charger. Nesta quinta-feira (24), Super Motor conta mais sobre o lançamento e o test drive do novo Audi Q7.

Quer ficar bem informado sobre as notícias automotivas? Siga o Super Motor @supermotoroficial no Instagram, e nos acompanhe também pelas ondas da Rádio Super 91.7 FM, de segunda a sexta-feira, em dois horários, as 9h30 e as 17h55. 


 

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
LEIA MAIS
Aquecimento
Novidade
Reforço
Tecnologia
Lançamento
Expectativa
Super Teste
Prévia mundial
Novidade
Ufa