Super Teste

Chevrolet Tracker LT: um SUV para entrar na linha

Versão de entrada do novo utilitário-esportivo, com motor 1.0 turbo, de 116 cv, mostra vigor na pista; preços começa em R$ 95.890

Qua, 16/09/20 - 21h57
audima

Comparado ao modelo topo de gama do SUV Tracker, a Premier, a opção LT, de entrada, tem como proposta o acabamento mais simples, mas está longe de ser espartano.

Nossa reportagem avaliou por dez dias, o utilitário-esportivo e depois de ter feito o mesmo com a já citada versão, de maior valor agregado e, por isso, mais cara, chega à conclusão que está no custo-benefício, seu grande atrativo.

No Brasil desde 2013, sofreu uma renovada no visual em 2017, ai passou ter mais “cacife” para disputar mercado. Mesmo com bons predicados os baixos volumes de importação do modelo, que era produzido no México, não permitiam que o Tracker tivesse vendas expressivas.

Made in Brasil

Foi preciso localizar a fabricação, no Brasil, para a nova linha 2020, completamente renovada, para que o SUV ganhasse o fôlego necessário para a “briga” de mercado.

Além de um belo desenho, muitos equipamentos e destaque para conectividade embarcada. A versão testada, empurrada com o mesmo conjunto mecânico que equipa os Onix e Onix Plus, de 3 cilindros, 1.0 turbo, de 116 cv e toque de 16,8 kgfm, a partir de 2.000 rpm, respectivamente na gasolina e no etanol. O câmbio é o conhecido automático de seis velocidades, e mesmo mais pesado que os irmãos menores, o LT surpreende pelo desempenho.

Wi-Fi nativo

Não é porque a versão é de entrada que o consumidor não terá acesso a uma exclusividade Chevrolet no mercado brasileiro, a internet a bordo. O dispositivo teve sua estreia nos modelos Onix, depois foi a vez do Cruze e na linha 2020, a nova Tracker também passou a oferecer o serviço.

O SUV sai de fábrica conectado com internet wi-fi, em um pacote que é liberado pelos primeiros três meses depois de adquirido e se houver interesse na continuidade, o proprietário pode optar por uma renovação da assinatura. O Tracker LT conta com multimídia MyLink e a tela é de 8 polegadas,  Android Auto e Apple CarPlay podem ser concetados. Nesta versão não o carregador de celular. 

Diferenças

É fácil perceber que se trata de uma versão de acabamento mais simplificado, mas, ainda assim, conta com faróis com projetores e luzes diurnas (DRL) no para-choque.

As rodas de aro 16 polegadas também denunciam que se trata de um modelo de entrada, assim como as grades, que são pretas. Entretanto, os retrovisores são pintados na cor do carro e as barras no teto com detalhes em cinza o fazem aproximar da versão intermediaria, a LTZ.

O assistente OnStar fica no display e tem acesso físico acoplado no teto A câmera de ré tem ótima definição e o bluetooth e três siadas USB estão lá se preciso for.

Nesta versão o ar condicionado é manual, mas há o botão de partida e a chave é só presencial, os vidros elétricos são do tipo one touch nas portas, assim como travas elétricas. Os retrovisores também são elétricos e o volante multifuncional.

Consumo 

Uma boa impressão deixada pelo Tracker LT que avaliamos foi o desempenho, o motor 1.0 turbo, se mostrou suficiente para dar conta do recado.

Respostas rápidas e vigor desde as primeiras rotações, segurança em ultrapassagem e economia, em nosso percurso apenas na cidade, cravou 8,8 km/L, com etanol.

Sentida a ausência das aletas atrás do volante para troca das marchas, faz falta, para que curte uma tocada mais “esportiva” e como mais personalidade. A capacidade do porta-malas é de 393L, que pode crescer com o rebatimento do banco bipartido.

 

 

(2) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Jairo O Sll 8:19 PM Sep 17, 2020
Eu tenho um 2018 1.4 turbo e fiz o teste drive no novo tracker 1.2 3 cil. premier e confesso que não gostei.Achei o motor muito áspero principalmente acima dos 2000 giros.O barulho chega a ser insuportável .Tem também a questão do acabamento interno que ficou a desejar.Com esse designe merecia um motor 4 cil que é menos áspero e um acabamento interno mais caprichado.
1
Denunciar

LEIA MAIS
Super Teste
Prévia mundial
Novidade
Ufa
Decisão
Mercado
Ação solidária
Super Teste
Super Teste
Uma década no caminho do bem