PREVENÇÃO

Veja quais são os principais cuidados que você deve ter com a sua moto

Manutenção em dia pode evitar uma série de problemas e gastos não programados

Sex, 14/06/19 - 03h00

Prática, econômica e ágil no trânsito cada vez mais caótico do nosso país, a motocicleta vem se firmando como boa alternativa ao transporte coletivo. Mas não basta abastecê-la e eventualmente calibrar os pneus. É preciso cuidar com carinho da máquina, manter as revisões em dia e acompanhar as necessárias trocas de óleo e lubrificação de corrente. 

Hoje vamos dar dicas para a manutenção da moto, como, por exemplo, o cuidado que se deve ter com a bateria. A maioria das marcas disponíveis no mercado já vem com uma estrutura que não requer manutenção nem necessita que se complete a água. Sendo assim, esse item é selado e tem uma espécie de “bolinha” que permite verificar seu nível. 

Outra importante preocupação é com os cabos de freio, embreagem e acelerador, que devem ser lubrificados para que não se rompam, o que poderia causar um acidente. Além disso, é preciso estar atento para que a regulagem esteja sempre correta.

Nesse aspecto, também é importante destacar a necessidade de se fazer a verificação dos cabos das velas, porque sua oxidação pode ocasionar problemas ao rendimento e ao consumo da moto.

De olho na corrente

Na manutenção da moto, a corrente não pode ficar folgada, pois isso pode provocar um acidente. Assim, ela deve ser constantemente lubrificada e regulada. O ideal é pedir ao mecânico que a verifique a cada troca de óleo, mas você também pode fazer uma breve análise todas as manhãs antes de sair de casa.

Para ter certeza de que tudo está correto, basta consultar no manual quantos centímetros de folga são permitidos para o modelo da sua moto. 

Os freios também são parte importante de qualquer veículo e, por isso, devem ser verificados constantemente. Os que são a disco podem ter o desgaste analisados a olho nu, enquanto os freios a tambor devem ser removidos e examinados com mais cautela.

É importante saber que os freios a tambor com lonas costumam apresentar ruído. Para evitar isso, é preciso raspar as partes que sobressaem com uma lixa ou verificar a elasticidade das molas.

Os pneus

Para terminar, jamais rode com pneus carecas. Confira os sulcos deles com frequência, especialmente em dias chuvosos. Também não se esqueça de calibrar o conjunto toda semana, principalmente quando ele estiver frio, porque, em contato com o solo, a máquina identifica uma pressão mais alta.

O mais indicado é ir a um posto próximo para que eles não esquentem muito. Por fim, deve-se analisar a validade dos pneus, que geralmente é de cinco anos. 

Dicas simples e práticas

Pneus e rodas. Crie o hábito de checar o estado de conservação dos pneus. Por causa do desgaste que ocorre com o tempo, é importante estar sempre de olho se não há objetos pontiagudos presos neles, como pregos e cacos de vidro.

Corrente. Basta uma lubrificação rotineira na corrente com óleo ou graxa (em spray), e você aumentará a chance de ter a corrente intacta por muito mais tempo. 

Luzes. Ao dar partida na moto, verifique se todas as luzes se acendem. Fazer essa checagem é fundamental, e a troca de lâmpadas, se necessária, é uma tarefa simples e rápida.

Gasolina e óleo. O nível de óleo deve ser conferido com frequência. Já para a gasolina, a dica de ouro é não escolher o posto de abastecimento apenas pelo preço, mas pela qualidade.

Podcasts Relacionados

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Leia mais
LEIA MAIS
Carros de luxos
Denúncia nos EUA
Segredo
Bizarro
Lançamento
Serviço
Promoção
Moto
Comparativo
Bilionária