15°C | Belo Horizonte, 21/05/2019

Marca

Galo não prioriza nenhum torneio e tenta quebrar tabu contra o Peixe

Jogo às 19h15 (de Brasília), no Independência, é o ponto de partida para o time bater o Santos pela primeira vez em mata-mata

Em jogo marcado por confusão de arbitragem, Galo venceu o Santos por 3 a 2, em 2010
PUBLICADO EM 15/05/19 - 08h00

Atlético entra em campo hoje, às 19h15, no Independência, com o objetivo de quebrar um tabu incômodo diante do Santos: nunca eliminou a equipe santista em mata-matas . Em três oportunidades, a equipe da Vila Belmiro levou a melhor

Na Taça Brasil de 1964, duas vitórias paulistas, por 4 a 1 e 5 a 1. No Campeonato Brasileiro de 1983, vitória santista por 2 a 1 e empate sem gols, em Belo Horizonte. E por fim, na Copa do Brasil de 2010, vitória do Galo, por 3 a 2, no Mineirão, e derrota para o Santos, por 3 a 1, na Vila.

Agora, o Atlético muda o foco para tentar acabar com essa marca negativa e dar importância a mais uma competição. Classificado para a Copa Sul-Americana, após vexame na Libertadores, o Galo ainda tem o Brasileiro como disputa.

Com o início da Copa do Brasil, os jogadores do Atlético não pensam em  priorizar nenhuma competição.

"Acho difícil priorizar algum campeonato. a gente sabe da importância dos três. Acredito que vamos focados nos três. Buscar os melhores resultados nas três competições. A gente não pode largar o Brasileiro, porque a gente sabe da importância do Brasileirão. Temos que trabalhar para irmos focados nas três competições", disse o lateral Guga.

Sobre a Copa do Brasil, Guga pede atenção total para que o Galo não colha maus frutos.

"Campeonato totalmente diferente. Cada jogo é, praticamente, uma final. A gente não pode errar em nenhum momento. É jogo de detalhes. Mesmo tendo dois jogos, o primeiro jogo dentro de casa é muito importante. A gente precisa fazer o resultado para ir com mais tranquilidade para São Paulo. Então é foco total no jogo de amanhã (hoje). E que a torcida que for ao jogo possa nos incentivar o jogo todo", declarou.

O time do Santos também foi motivo de análise do lateral.

"A gente sabe que é um time muito qualificado. Tem mostrado isso. Sampaoli tem rodado o time muito bem. Difícil até saber quem vai vir para campo amanhã (hoje). Mas a gente tem que estar focado aqui no nosso trabalho para conquistar o resultado", concluiu.

 

Enviar Comentário
Leia mais