15°C | Belo Horizonte, 25/08/2019

Reconhecimento

Após aposentaria precoce, Adilson receberá homenagem do Galo no domingo

O agora ex-atleta, que precisou parar de jogar por problemas cardíacos, entrará em campo contra o Fortaleza e dará o pontapé inicial

Adilson pendurou as chuteiras e passou a trabalhar na comissão técnica de Rodrigo Santana
PUBLICADO EM 19/07/19 - 16h45

O Atlético fará uma homenagem ao agora ex-jogador Adilson, de 32 anos, que precisou pendurar as chuteiras precocemente por causa de um problema cardíaco. Adilson entrará em campo no próximo domingo, às 16h, no Independência, antes do duelo contra o Fortaleza, perfilará para o hino nacional, ganhará uma placa e uma camisa personalizada.

Ele também dará o pontapé inicial da partida. Os atletas do Galo jogarão com o nome de Adilson no uniforme. Membros da comissão técnica também usarão camisas do ex-jogador e o 21 às costas, o número de Adilson.

Assim que anunciou o fim da carreira, Adilson foi convidado a participar da comissão técnica de Rodrigo Santana. Ele já trabalha em atividades na Cidade do Galo e em jogos da equipe.

 

O jogador fez 99 partidas e dois gols pelo Atlético. Nas redes sociais, torcedores sugeriram que Adilson seja relacionado para uma partida e entre em campo no minuto final apenas para completar 100 jogos. O clube não sinalizou nada quanto a isso.

Hospital da Baleia

Além da homenagem a Adilson, os jogadores do Atlético entrarão em campo acompanhadas por crianças ligadas à história do Hospital da Baleia, que completou 75 anos. A mesma homenagem se dará também no jogo Cruzeiro x Athletico-PR, dia 27, no Mineirão.

As crianças que estarão nos estádios são pacientes, ex-pacientes e filhos de funcionários da instituição. Todas entrarão em campo com uma camisa comemorativa aos 75 anos do hospital.

Com tradição em pediatria, as crianças são muito especiais para o hospital, que tem a filantropia em seu DNA e surgiu para cuidar de meninas e meninos com tuberculose na década de 40. 

Enviar Comentário
Leia mais