Exclusivo

Arana revela Sampaoli zoeiro e como técnico transforma Galo no intervalo

Em conversa com o Super.FC, lateral-esquerdo conta detalhes dos bastidores do Atlético e ajustes táticos do treinador argentino durante os jogos

Arana garante: Sampaoli também é da resenha
Gabriel Pazini | @Gabriel_Pazini
21/09/20 - 09h00
audima

Depois de um primeiro tempo ruim, o Atlético voltou completamente diferente para a etapa final. Uma cena comum que se repetiu neste sábado (19). Um 'outro Galo' teve boa atuação e, muito elétrico, virou para cima do Atlético-GO e venceu em Goiânia por 4 a 3, assumindo a liderança do Campeonato Brasileiro. A melhora alvinegra e o triunfo foram possíveis graças as mudanças de Jorge Sampaoli no intervalo, especialmente a entrada de Nathan no meio-campo, que transformou a partida, além de um ajuste tático mudando o esquema do time para um sistema com três zagueiros.

Essa não foi a primeira vez que o treinador argentino transformou o Atlético completamente no intervalo e o resultado foi visto no segundo tempo. Não à toa, existe enorme curiosidade em saber como Sampaoli muda tanto sua equipe entre a etapa inicial e a final e promove ajustes tão necessários de forma tão rápida e eficaz. Seria muita bronca? Nada disso. Em entrevista exclusiva ao Super.FC, o lateral-esquerdo Arana, um dos destaques do Galo nesta temporada e titular absoluto da equipe, contou como é o vestiário atleticano nesses momentos.

"Eles estão fora, vendo o que está faltando para nos ajudar e, no intervalo, é o tempo que ele (Sampaoli) tem de conversar com a gente, apontar os erros. Não chega a ser bronca, é para nos ajudar, melhorar e buscar a vitória. É uma característica muito boa dele de enxergar o que está faltando. Ele é muito inteligente e vê muito bem o jogo, detecta facilmente o que precisa mudar e nos passa isso com tranquilidade no intervalo, conversando com a gente e apontando os problemas para corrigir, além de explicar as mudanças que vai fazer", contou o lateral ao Super.FC.

Arana ainda destacou a importância do principal auxiliar de Sampaoli, Jorge Desio. "O Desio também nos ajuda muito. O Sampaoli passa as orientações para ele, e ele nos ajuda conforme o trabalho. São caras que sabem muito de futebol e possuem as mesmas ideias. Os dois têm uma conexão muito boa. Eles são irmãos, com as mesmas ideias e muito inteligentes também", afirmou.

Sampaoli zoeiro?

É muito nítido o tanto que Sampaoli é "pilhado", obstinado e perfeccionista. Por causa disso e suas entrevistas coletivas muito rápidas, além do treinador não gostar de dar entrevistas e "correr" da imprensa e das redes sociais, muitas pessoas ficam com a impressão de que o técnico argentino é sério e não gosta de brincadeiras. No entanto, nada disso procede, segundo Arana.

"Sempre que a gente chega para treinar, ele já está lá desde cedo. Ele chega cedo, é o primeiro a chegar. Antes de começar o treino, ele já conversa bastante com a gente, mas também faz algumas brincadeiras, dá risada, brinca com os garotos da base, especialmente com o Savinho, com quem ele brinca bastante, Ele é da resenha também (risos), brinca com a gente, fica zoando, conversa muito", revelou.

Como era de se esperar, porém, Sampaoli é muito exigente e sério na hora do trabalho. "Quando começa o treino, aí é seriedade. Ele cobra bastante, é muito exigente, capacitado e sabe o que quer, já tem todas as ideias junto com a comissão dele, em que todos são grandes profissionais, e aprendemos muitas coisas com eles todos os dias. Em campo ele cobra bastante e acho que está dando certo. O Atlético está evoluindo bastante e trilhando um bom caminho. A cobrança dele é muito grande para que tudo saia muito bem", completou.

Não à toa, segundo Arana, ele evoluiu muito com Sampaoli, especialmente defensivamente. "Minhas características sempre foram de atacar bastante. Na parte defensiva eu evoluí em alguns fundamentos e posicionamentos que a gente já vinha trabalhando nesse período de quarentena antes da volta. Venho evoluindo jogo após a jogo. O nosso time está evoluindo cada vez mais e temos que manter essa crescente sempre, porque temos grandes jogos pela frente", concluiu.

Atual líder do Brasileiro mesmo tendo um jogo a menos que concorrentes diretos como o Internacional, o Atlético, em alta, na próxima rodada encara o Grêmio, neste sábado (26), às 21h (de Brasília), no Mineirão.