Conflito

Ataque atribuído ao Estado Islâmico deixa 26 mortos na Síria

Desde fevereiro, mais de 200 pessoas, a maioria civis, foram mortas pelo Estado Islâmico

Por Agências
Publicado em 16 de abril de 2023 | 11:49
 
 
 

Pelo menos 26 pessoas morreram neste domingo (16) em um novo ataque a catadores de trufas, atribuído ao grupo Estado Islâmico (IS) no centro da Síria – de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH). 

O grupo jihadista "matou 26 pessoas no domingo quando coletavam trufas no deserto, no leste de Hama", afirmou o Observatório, acrescentando que pelo menos dez deles eram combatentes pró-regime.

Outro incidente neste domingo, supostamente associado a membros do EI, matou quatro pastores na região de Deir Ezzor, no leste, acrescentou a ONG sediada no Reino Unido que conta com uma ampla rede de informantes na Síria.

Desde fevereiro, mais de 200 pessoas, a maioria civis, foram mortas pelo Estado Islâmico ou por minas que os extremistas deixaram para trás, segundo o OSDH.

A trufa do deserto, que é recolhida entre fevereiro e abril, é vendida na Síria por até US$ 25 (R$ 124) o quilo, no país onde o salário mínimo mensal é de aproximadamente R$ 18 (em torno de R$ 89).

Em março de 2019, o EI perdeu seus últimos territórios na Síria após uma campanha militar apoiada por uma coalizão internacional sob comando dos Estados Unidos. 

No entanto, o grupo continua presente no deserto e realiza ataques regularmente. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!