Israel x Hamas

Ataque israelense mata seis pessoas refugiadas em escola da ONU em Gaza

Segundo a agência, dezenas de pessoas também ficaram feridas e o número de mortos é certamente maior

Por Agências
Publicado em 17 de outubro de 2023 | 15:55
 
 
 

Pelo menos seis pessoas que haviam se refugiado em uma escola administrada pela Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina na Faixa de Gaza morreram, nesta terça-feira (17), em um ataque aéreo israelense, informou a UNRWA. 

"A escola foi atingida durante o bombardeio das forças israelenses", na Faixa de Gaza, indicou, por meio de nota, a UNRWA, sigla em inglês da entidade. Segundo a agência, dezenas de pessoas também ficaram feridas e o número de mortos é "certamente maior". 

Questionado pela AFP, o Exército israelense disse que estava verificando esta informação. O ocorrido "é escandaloso e mostra mais uma vez o flagrante desprezo pela vida dos civis", condenou a UNRWA, que administra escolas, clínicas e fornece ajuda alimentícia a Gaza. 

Segundo a agência da ONU, "pelo menos 4.000 pessoas haviam se abrigado nesta escola da UNRWA, que se tornou um refúgio" devido à guerra entre Hamas, no poder em Gaza, e Israel. 

O conflito se seguiu a um sangrento ataque de comandos do movimento islamita em solo israelense em 7 de outubro, que deixou milhares de mortos.  "Não há mais lugar seguro em Gaza, nem sequer as infraestruturas da ONU", lamentou a UNRWA. Aproximadamente, 5,9 milhões de refugiados palestinos estão registrados na agência, criada em 1949.  (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!