violência

Ataques de grupos armados na Nigéria matam mais de 160 pessoas

Atos ainda deixaram mais de 300 feridos

Por Agências
Publicado em 25 de dezembro de 2023 | 18:13
 
 
 

Pelo menos 160 pessoas morreram em ataques de grupos armados entre sábado (23) à noite e esta segunda-feira (25/12) em várias aldeias do estado de Plateau, no centro da Nigéria, anunciaram as autoridades nesta segunda (25). 

"As hostilidades começaram no sábado e continuaram nesta segunda pela manhã", disse à reportagem, Monday Kassah, presidente do conselho de governo de Bokkos, uma circunscrição que tem sido foco de tensões religiosas e étnicas há vários anos. 

Kassah afirmou que "mais de 300 pessoas" ficaram feridas e foram transferidas para hospitais em Bokkos, Jos e Barkin Ladi. Ele relatou que grupos armados atacaram "não menos de 20 vilarejos" e destacou que "os ataques foram bem coordenados".

No domingo, o governador do estado de Plateau, Caleb Mutfwang, qualificou a ação de "bárbara, brutal e injustificada". Gyang Bere, porta-voz do governador, afirmou que o governo tomará medidas proativas para conter os ataques contínuos contra cidadãos inocentes.

Em sua conta na rede X, a ONG Anistia Internacional reagiu a essa onda de violência, estimando que "as autoridades nigerianas sempre falharam em seus esforços para acabar com esses ataques frequentes no estado de Plateau".

As populações das regiões noroeste e central da Nigéria vivem aterrorizadas pelos ataques de grupos "jihadistas" e facções criminosas que saqueiam as aldeias e matam, ou sequestram, seus habitantes. (AFP) 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!