Contra combustíveis fósseis

Ativistas ambientais atacam monumento turístico em Berlim

Integrantes do grupo Last Generation pulverizaram tinta no Portão de Brandeburgo

Por Agência
Publicado em 17 de setembro de 2023 | 12:54
 
 
 
normal

Ativistas ambientais do grupo Last Generation pulverizaram tinta no Portão de Brandeburgo, o monumento mais conhecido de Berlim, em uma tentativa de incitar o governo alemão a abandonar imediatamente os combustíveis fósseis na luta contra a mudança climática.

Os seis pilares do monumento no centro de Berlim foram pintados com manchas laranja, que servem como uma mensagem de alerta, afirmou o grupo em comunicado.

Quatorze pessoas foram presas no local, informou à AFP a polícia, que confirmou não ter ocorrido qualquer ato de violência.

Os ativistas tentaram enviar a mensagem de que é "hora de uma mudança política" para "abandonar os combustíveis fósseis", segundo o comunicado.

"Devemos abandonar a gasolina, o gás e o carvão no máximo até 2030. Já está na hora de que (o chanceler da Alemanha) Olaf Scholz fale claramente", disse a porta-voz do Last Generation, Marion Fabian.

A Alemanha pretende alcançar a neutralidade de carbono até 2045.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!