Vídeo

Avó que sofre de demência se emociona toda vez que descobre que tem netos

Josie Hunt, de 65 anos, foi diagnosticada com Síndrome de Wernicke-Korsakoff (SWK), um tipo de demência induzida pelo álcool em outubro de 2020

Por O TEMPO
Publicado em 04 de agosto de 2023 | 12:08
 
 
 

Imagina acordar todos os dias e ficar feliz ao descobrir que é avó? Diagnosticada com Síndrome de Wernicke-Korsakoff (SWK), um tipo de demência induzida pelo álcool, Josie Hunt, de 65 anos, de Perth, na Austrália, se emociona toda vez que descobre que suas filhas tiveram bebês e encontra os netos. 

Jade Mead, filha de Hunt, compartilhou um desses momentos da rotina com a mãe, pelas redes sociais e viralizou. Segundo ela, desde que sua mãe foi diagnosticada com a doença, ela mantém o hábito de levar diariamente as filhas Marli, de 3 anos, e Lottie, de 3 meses, para visitá-la, e ela sempre as recebe com abraços carinhosos e a frase “Jade, você não me disse que tinha filhos”.

Em entrevista ao “DailyMail”, Jade revela que a surpresa diária da mãe não a deixa frustrada, muito menos a aborrece, e conta como lida com a situação.

"É estranho, porque ela ainda tem toda a sua memória de longo prazo. É um momento agridoce quando ela vê as crianças", comentou Jade.

A síndrome de Korsakoff pode inicialmente causar grave perda de memória de acontecimentos recentes. Além disso, inicialmente, a memória de eventos passados ​​mais distantes são menos prejudicada em pessoas acometidas pela doença. 

Em entrevista ao “DailyMail”, Jade conta que o problema teve início no ano de 2020, após a retirada de cerca de 80% do estômago, em uma cirurgia bariátrica. Contudo, a mulher fazia uso excessivo de álcool, inclusive nos meses seguintes à intervenção cirúrgica, rapidamente sua condição piorou e ela acabou sendo diagnosticada com a síndrome.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!