negociação

Chanceler turco conversou com líder do Hamas sobre libertação de reféns

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, quer que seu país atue como mediador na guerra em Israel

Por Agências
Publicado em 16 de outubro de 2023 | 15:54
 
 
 
normal

O chefe da diplomacia turca conversou por telefone com o líder do Hamas, Ismail Haniyeh, sobre a "possibilidade" de libertação dos reféns detidos pelo movimento islamita palestino, anunciou o Ministério das Relações Exteriores nesta segunda-feira (16). 

"O ministro das Relações Exteriores, Hakan Fidan, teve uma conversa por telefone com o chefe do gabinete político do Hamas, Ismail Haniyeh, sobre os últimos acontecimentos na Palestina e a possibilidade de libertação de civis" que o movimento islamita tem mantido como reféns desde o ataque que realizou em 7 de outubro contra Israel, indicou o ministério.

Mais de 1.400 pessoas, a maioria civis, foram mortas no ataque do Hamas e 199 foram feitas reféns. 

Os bombardeios do Exército israelense lançados em retaliação contra a Faixa de Gaza deixaram pelo menos 2.750 mortos, a maioria civis e entre eles centenas de crianças, segundo as autoridades locais. 

Ancara confirmou na sexta-feira que um cidadão turco com dupla nacionalidade israelense que residia em Israel com a sua família desde 1972 foi morto durante o ataque. Outro cidadão turco estaria desaparecido, segundo a imprensa turca. 

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, um fervoroso defensor da causa palestina, propôs que o seu país agisse como mediador para pôr fim ao conflito e garantir a libertação dos reféns.

(AFP)
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!