Prejuízo

Elon Musk é oficialmente o maior perdedor de fortuna do mundo

Bilionário perdeu aproximadamente US$ 165 bilhões, cerca de R$ 851 bilhões; prejuízo se deu após a aquisição do Twitter

Por O Tempo
Publicado em 13 de janeiro de 2023 | 17:42
 
 
 
normal

Elon Musk se superou mais uma vez: ele bateu o recorde mundial de maior perda de fortuna na história. O dono da Tesla e do Twitter perdeu aproximadamente US$ 165 bilhões, cerca de R$ 851 bi. 

A perda considerável do seu patrimônio aconteceu, especialmente, quando as ações da Tesla caíram após Musk comprar o Twitter por US$ 44 bilhões, cerca de R$ 235 bilhões. Desde então, investidores ficaram receosos de que o bilionário não desse a atenção necessária à empresa automotiva. 

Os dados foram estimados pela Forbes, mas o Guinness sugere que a perda poderia chegar a US$ 200 bilhões. Apesar de ser impossível cravar o número exato do prejuízo, as perdas totais de Musk superaram o recorde anterior de US$ 58,6 bilhões, de 2000, que pertencia a Masayoshi Son, investidor de tecnologia japonês. 

Segundo a Forbes, o patrimônio líquido de Musk caiu de um pico de US$ 320 bilhões em 2021 para US$ 138 bilhões em 6 de janeiro de 2023, em grande parte devido ao fraco desempenho das ações da Tesla.

Grande parte da fortuna do magnata está atrelada à empresa, cujo valor depencou 65% em 2022. A atuação polêmica de Musk no comando do Twitter levou à maior venda de ações da montadora desde que a empresa abriu o capital em 2010. 

Em dezembro de 2022, o magnata já havia perdido o posto de pessoa mais rico do mundo para Bernard Arnault (França), fundador do conglomerado de bens de luxo LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy). O patrimônio líquido de Bernard é estimado em US$ 190 bilhões (£ 156 bilhões; € 177 bilhões).

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!