Política Internacional

Ex-presidente peruano Pedro Castillo permanecerá preso por 18 meses

A decisão de um juiz da Suprema Corte baseia-se no fato de haver perigo de fuga do réu

Por Agências
Publicado em 15 de dezembro de 2022 | 23:34
 
 
 
normal

O ex-presidente do Peru, Pedro Castillo, permanecerá na prisão por 18 meses, depois de ser detido para ser investigado por rebelião ao tentar dar um golpe de Estado e dissolver o Congresso, segundo decisão da Suprema Corte nesta quinta-feira (15).

A decisão de um juiz da Suprema Corte, que declarou procedente o pedido do Ministério Público, baseia-se no fato de haver "perigo de fuga" do réu, que tentou buscar asilo na embaixada mexicana em Lima após o autogolpe fracassado de 7 de dezembro. A medida se estende até junho de 2024. (Com informações da AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!