Protesto

Família e amigos de espanhol detido no Irã pedem sua libertação em Madri

Pedimos (às autoridades iranianas) que percebam que ele não é um ativista político, disse amigo de espanhol detido no Irã

Por Agências
Publicado em 18 de dezembro de 2022 | 10:40
 
 
 
normal

Parentes e amigos de Santiago Sánchez, o espanhol detido no Irã em meio à recente onda de violência quando caminhava para a Copa do Mundo, se reuniram neste domingo (18) em frente à embaixada de Teerã em Madri para exigir sua libertação imediata. 

"Sua família pede que você seja solto logo", dizia uma grande faixa erguida por vários de seus familiares, que junto com dezenas de pessoas realizaram uma manifestação "silenciosa" em frente à delegação diplomática, localizada em uma área residencial no norte da capital espanhola. 

Depois de sair da Espanha em janeiro passado com a intenção de chegar ao Catar a pé para a Copa do Mundo, Sánchez foi preso no início de outubro no Irã depois de tirar uma foto no túmulo de Mahsa Amini, a curda iraniana de 22 anos cuja morte gerou protestos que abalaram o Irã por semanas, explicou sua mãe. 

"De forma alguma ele pretendia ameaçar a segurança do Estado do Irã", afirmou em manifesto Célia, que disse ter sido recebida na última quinta-feira pelo embaixador iraniano em Madri. 

Ela também pôde falar brevemente com seu filho nos dias anteriores, graças aos esforços da embaixada espanhola em Teerã, e saber que ele estava "bem de saúde".

"Pedimos (às autoridades iranianas) que percebam que ele não é um ativista político", disse à AFP José Félix, amigo de Sánchez, de 53 anos, segurando uma faixa que diz "Liberdade para Santiago". 

A onda de protestos no Irã desencadeada pela morte de Mahsa Amini em 16 de setembro, após sua prisão em Teerã pela polícia da moral, deixou até agora centenas de pessoas mortas, milhares detidas e dois homens executados em relação com as manifestações. 

Vários cidadãos europeus, incluindo outro espanhol, foram detidos em relação aos protestos no Irã. Muitas vezes, suas famílias optam por grande discrição na esperança de facilitar sua libertação. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!