precaução

França suspende venda do Iphone 12 por excesso de ondas eletromagnéticas

País também pede que a Apple utilize todos os meios disponíveis para remediar rapidamente essa falha

Por Agências
Publicado em 12 de setembro de 2023 | 17:52
 
 
 
normal

O iPhone 12, o smartphone da Apple lançado em 2020, não poderá mais ser comercializado na França porque excede os limites de valores de ondas eletromagnéticas emitidas e absorvidas pelo corpo humano, de acordo com a Agência Nacional de Frequências (ANFR).

A autoridade também pede que a Apple "utilize todos os meios disponíveis para remediar rapidamente essa falha" nos exemplares que já foram vendidos, disse em comunicado enviado à AFP nesta terça-feira.

"Confio no senso de responsabilidade da empresa para cumprir nossas regras. Minha missão é fazer com que sejam respeitadas. Se não o fizerem, estou pronto para ordenar a retirada do iPhone 12 de circulação", disse o ministro francês responsável pelo setor digital, Jean-Noël Barrot, em entrevista ao jornal Le Parisien.

Segundo ele, para cumprir as regulamentações, uma simples atualização de software do telefone seria suficiente. A Apple tem 15 dias para fazê-lo.

Especificamente, o iPhone 12 excede em 1,74 W por quilograma (W/kg) o valor limite regulamentar correspondente à energia que o corpo humano pode absorver quando o telefone é segurado na mão.

(AFP)
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!