'provisória'

Gana suspende pagamento de parte de sua dívida externa

Com uma inflação histórica de mais de 50%, a moeda local acabou caindo 50%, desencadeando uma crise econômica histórica

Por Agências
Publicado em 19 de dezembro de 2022 | 10:24
 
 
 
normal

Gana anunciou nesta segunda-feira (19) a suspensão "provisória" do pagamento de parte da sua dívida externa, incluindo eurobonds, ao mesmo tempo que tenta reestruturá-la depois de chegar a um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) na semana passada.

"Anunciamos hoje a suspensão de todos os pagamentos do serviço da dívida para certas categorias de nossa dívida externa, aguardando uma reestruturação", declarou o ministro das Finanças de Gana, Ken Ofori-Atta, em comunicado. 

Esta medida visa "evitar que a situação econômica, financeira e social de Gana se deteriore", afirmou. Com uma inflação histórica de mais de 50%, a moeda local caindo 50%, o preço do combustível dobrando e uma dívida cujo pagamento engole metade das receitas do Estado, Gana enfrenta uma grave crise econômica. 

"Os nossos recursos financeiros, que incluem as reservas internacionais do Banco de Gana, são limitados e devem ser preservados neste momento crítico", disse o ministro das Finanças ao explicar a decisão. 

"Esta suspensão é uma medida provisória de emergência pendente de acordos futuros com todos os credores afetados", acrescentou. Afeta grande parte da dívida externa, eurobonds, empréstimos comerciais a prazo e a maior parte das dívidas bilaterais do país. 

Estão excluídos desta suspensão o pagamento da dívida multilateral e de novas dívidas contraídas a partir desta segunda-feira.

(AFP)
                
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!