conflito

Hamas descarta negociação para troca de prisioneiros com Israel

Mais de 1.200 pessoas morreram em ambos os lados desde o início da guerra

Por Agência
Publicado em 09 de outubro de 2023 | 11:47
 
 
 

O movimento islâmico palestino Hamas não está aberto neste momento para negociar uma troca de prisioneiros com Israel, declarou nesta segunda-feira (9) um membro da cúpula política do grupo, em Doha. "A operação militar continua (...), portanto atualmente não há possibilidade de negociação sobre a questão dos prisioneiros ou qualquer outra coisa", disse Hossam Badran à AFP.

"A nossa missão agora é fazer todo o possível para evitar que a ocupação continue cometendo massacres contra o nosso povo em Gaza, atingindo diretamente as casas de civis", acrescentou. 

O Exército de Israel ordenou nesta segunda-feira o cerco total à Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, em resposta à ofensiva sem precedentes lançada no sábado por este grupo islâmico palestino. 

Mais de 1.200 pessoas morreram em ambos os lados desde o início das hostilidades.

Israel mata 'suspeitos armados' que se infiltraram vindos do Líbano

As forças israelenses mataram nesta segunda-feira (9) "vários suspeitos armados" que cruzaram a fronteira com o Líbano, de acordo com um comunicado do Exército. 

"Helicópteros das IDF (Exército israelense) também estão bombardeando a área", acrescentou o Exército, no terceiro dia de uma ofensiva do grupo islâmico palestino Hamas no sul do país. (AFP) 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!