negociarão?

Hamas diz estar disposto a libertar reféns se os bombardeios cessarem, diz TV

As ofertas de troca de reféns foram atribuídas a um alto funcionário do Hamas

Por Agências
Publicado em 17 de outubro de 2023 | 21:08
 
 
 

O Hamas está disposto a libertar todos os seus reféns civis se Israel parar de bombardear Gaza, segundo reportou nesta terça-feira, 17, o canal de notícias americano NBC. O grupo terrorista também negociaria os soldados israelenses cativos em troca de todos os palestinos mantidos em prisões do Israel.

As ofertas de troca de reféns foram atribuídas a um alto funcionário do Hamas, que disse que tanto Israel quanto os EUA estavam cientes delas porque o Hamas havia compartilhado as propostas com os líderes de vários países árabes.

Os civis poderiam ser libertados dentro de uma hora após Israel concordar com os termos, segundo o funcionário não identificado do Hamas, que afirmou à NBC que o processo de libertação dos reféns "seria fácil".

O correspondente da cadeia no Oriente Médio, Richard Engel, disse que falou com o funcionário do Hamas por telefone e perguntou para ele os motivos para o grupo terrorista não soltar os reféns na fronteira de Gaza. "Você não entende o que está acontecendo em Gaza. Não há lugar seguro", teria respondido o funcionário do Hamas.

De acordo com a reportagem, quando questionado sobre a possibilidade de trasladar e libertar os reféns na fronteira sul de Gaza, o membro do Hamas afirmou: "Bem, por que deveríamos liberar todos esses reféns, por que deveríamos liberar os estrangeiros, por que deveríamos liberar os civis israelenses, se ainda estamos sob ataque e ainda estamos morrendo e ainda estamos sendo assassinados?".

Israel afirma que o Hamas mantém pelo menos 199 reféns capturados durante os ataques realizados pelo grupo terrorista em 7 de outubro, que mataram mais de 1.400 israelenses e desencadearam um conflito que já dura quase duas semanas.

(Estadão Conteúdo)
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!