Setença

Harvey Weinstein é declarado culpado por 3 agressões sexuais em Los Angeles

Produtor já havia sido condenado previamente em Nova York, em 2020, a 23 anos de prisão por crimes semelhantes

Por Agências
Publicado em 19 de dezembro de 2022 | 22:17
 
 
 

O ex-produtor de Hollywood Harvey Weinstein foi declarado culpado, nesta segunda-feira (19), de um estupro e duas agressões sexuais ao término de seu julgamento em Los Angeles, metade das acusações pelas quais foi processado por quatro mulheres.
 
Após duas semanas de deliberações, os membros do júri declararam Weinstein culpado de todas as acusações apresentadas pela primeira das quatro mulheres, inocente das acusações apresentadas por uma segunda mulher e não chegaram a um veredicto sobre as imputações apresentadas por outras duas denunciantes.
 
Weinstein, de 70 anos e produtor de filmes premiados como "Pulp Fiction: Tempo de Violência" e "O Artista", foi condenado previamente em Nova York em 2020 a 23 anos de prisão por crimes semelhantes.
 
Durante o julgamento em Los Angeles, quatro mulheres que testemunharam em anonimato acusaram o produtor de obrigá-las a ter relações sexuais com ele em hotéis de Beverly Hills e Los Angeles entre 2004 e 2013. Uma quinta mulher acabou desistindo de testemunhar.
 
Depois de semanas de audiências, a promotoria retratou Weinstein como um todo-poderoso de Hollywood cujo domínio sobre a indústria cinematográfica - os filmes que ele produziu acumulam mais de 330 indicações ao Oscar e 81 estatuetas - por muito tempo impediu que suas vítimas falassem sobre o ocorrido por medo de uma retaliação contra suas carreiras. (Com informações da AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!